Recorde: Arroba do bezerro por R$ 333, a conta vai fechar?

PARTILHAR
Foto: Marca Peixe

Segundo informações da Scot Consultoria e negócios realizados em São Paulo, o bezerro de 6@ está cotado em R$ 2000; como fechar essa conta?

O mercado de reposição está vivendo em festa, o preço do bezerro tem se valorizado e ganhado força desde o final de 2019, momento onde arroba também viu seu preço subir a novos patamares. Segundo informações, a procura começa a se aquecer com a entrada da safra no mercado do boi, é preciso preparar a reposição, mas o preço do bezerro está cotada em mais de R$ 11/kg, como fechar essa conta?

A verdade é que o preço do bezerro parece ter assumido um teto para o animal nelore e ou anelorado, desmamado, com cupim e barbela. Esse animal, em qualquer parte do Brasil, não é vendido por menos de R$ 1800. Entretanto o animal com alto padrão genético vale acima disso, sendo cotado e negociado por R$ 2000. Veja o novo recorde!

No app da Agrobrazil, pecuaristas começam a se movimentar com a chegada do período seco em algumas regiões, o que complica o lado da cria para manter os bezerros no pasto e a entressafra traz um momento de operação para o pecuarista da recria/engorda.

Foi nesse cenário positivo das negociações que temos observados uma padronização do preço dos bezerros. Uma bezerrada, Herculândia/SP, com um peso médio de 190 kg, ou 6,3@, foi comercializado por um valor de R$ 1.800,00, ou seja, tivemos um preço da arroba de R$ 285,71 para essa categoria. Veja imagem abaixo.

*Vale ressaltar que esse preço é para pagamento à vista e padrão Nelore

No dia 27 de abril, no app da Agrobrazil, tivemos um dos maiores preços comercializados até o momento, onde o destaque ficou para arroba o bezerro que passou de R$ 319, atingindo novo recorde!

Segundo a Scot Consultoria, o preço médio para a praça de São Paulo, para os animais desmamados de 6@ é de R$ 2.000,00, ou seja, temos uma arroba recorde de R$ 333, qual o cenário para o produtor conseguir fechar a conta?

Quando olhamos o Indicador do Cepea, para o bezerro, observamos que tivemos picos mais altos, porém a curva começa a tomar viés de alta novamente, chegando a um preço médio de R$ 1.822,00, afirmando mais uma vez a realidade do novo preço prática em todo o país.

Reposição em MG: Bezerro azebuado sai a R$ 1.982

Lotes de gado de corte foram ofertados na noite de 27 de abril durante o “2º Central de Negócios Minas Leilões”. O leilão virtual envolveu animais para cria, recria e engorda, filmados em fazendas localizadas na região de Governador Valadares, em Minas Gerais.

Os negócios do pregão eletrônico da região do Vale do Rio Doce contabilizaram receita de R$ 1,7 milhão com a venda de 872 machos e fêmeas comerciais. A média geral ficou em R$ 1.999.

O leiloeiro rural Cláudio Gasperini coordenou as captações dos lances em estúdio, com pagamentos fixados em três parcelas. A organização ficou a cargo da Minas Leilões, com transmissão pelo Facebook e site da leiloeira.

Como fechar essa conta agora?

O momento é de cautela para o pecuarista que trabalha com a recria/engorda, para vender esse animal ele vai precisar passar por um sistema de engorda e o mercado de insumos segue com grande flutuações e preços elevados para a época do ano, é preciso balancear a conta com o custo da reposição, realizando planejamento com dados reais antes de executar as compras.

Em suma, o que o pecuarista precisa agora é atenção, tanto na cria quanto na recria-engorda, o mercado segue com grande volatilidade nos preços, tanto no físico quanto no futuro, devido a isso é preciso ter cautela nas negociações e buscar informação de qualidade para antecipar possíveis extremos!

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com