Recorde de R$ 2600 no preço do bezerro; vai subir mais?

Recorde de R$ 2600 no preço do bezerro; vai subir mais?

PARTILHAR
Fotos: Fazenda ELGE

Os animais de reposição, assim como o boi gordo, estão “sumidos” do mercado, garantindo maior sustentação nos atuais patamares de preços!

A valorização nos preços dos animais, bezerro ao boi gordo, vem sendo sustentada em sua maior parte pela menor disponibilidade de animais para comercialização. Do lado da cria, reflexo do maior abate de fêmeas nos últimos anos, e o boi gordo é reflexo desse menor volume de bezerros colocados no chão.

Na média de todas as categorias e estados monitorados pela Scot Consultoria, entre machos e fêmeas anelorados, as cotações dos bovinos para reposição fecharam com alta de 1,2% na última semana de outubro. 

No acumulado do mês, a valorização foi de 5,4%. 

A oferta limitada de animais para reposição e a demanda aquecida, com o cenário positivo no mercado do boi gordo, têm impulsionado os preços no mercado de reposição. O recriador/terminador, tem encarando de forma mais tranquila as valorizações na cria, já que os preços do boi gordo também subiram de forma significativa, atingindo patamares recordes.

Na última semana de outubro, as altas foram puxadas pelas fêmeas, cujos preços subiram 1,4%, considerando a média de todas as categorias e estados pesquisados pela Scot Consultoria. 

Segundo o aplicativo da Agrobrazil, os pecuaristas estão otimistas com os preços do boi gordo, aumentando assim a procura pelos animais de reposição.

Quando avaliamos as médias, segundo a tabela abaixo, temos o bezerro em Mato Grosso atingindo o maior valor observado em todo Brasil. A valorização chega a quase R$ 1000,00 por cabeça, considerando janeiro deste ano como referência.

Já as demais praças, também seguem com valorização. A verdade é que o bezerro Nelore ou Anelorado, com cupim e barbela, ” aquele animal padrão”, ultrapassa os valores abaixo citados. Temos negócios de até R$ 2750,00 sendo concretizados para categoria.

Os animais acima, quando consideramos os peso de bezerro, 190 kg de média, chegamos a um cálculo de valor por kg de R$ 13,68. Sendo assim, o preço de arroba desse animal é, em média, R$ 410,00.

Já na categoria do Boi Magro, segundo os dados do aplicativo, estamos vendo os animais sendo valorizados, não na mesma intensidade, mas garantindo patamares acima do que é, historicamente, visto no período. Os animais estão cerca de R$ 60/@ mais valorizados que em janeiro de 2020.

Expectativa de alta no mercado

Os preços do boi gordo no mercado futuro tem dado indícios de que teremos preços atrativos para esses bezerros que são comercializados hoje a preços recordes. Esse otimismo, aliado a menor oferta desses animais na praça irá, de certa forma, conduzir os preços no curto e médio prazo para categoria.

O pecuarista da cria está retendo um maior volume de fêmeas, ou seja, teremos no futuro uma inversão nesse ciclo pecuário que estamos vivendo. Sendo assim, o que irá determinar a intensidade dessa alta ou baixa, é justamente essa demanda pela categoria.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com