Reposição tem nova disparada de preço, confira!

Reposição tem nova disparada de preço, confira!

PARTILHAR
Foto: Nelore Myo

Bezerro fecha a semana valendo entre R$ 15 e R$ 20 por kg, os maiores preços são observados nos leilões, eventos que tem se movimentado bastante!

Nessa semana, o mercado de reposição operou com preços aparentemente mais acomodados entre algumas praças pecuárias, sobretudo depois das baixas verificada no mercado de boiada gorda, informa a IHS Markit.

Entretanto, em algumas regiões o animal segue em grande valorização e teve, no Tocantins, uma nova quebra de recorde de preços na categoria dos bezerros. Durante o leilão o preço máximo já visto atingiu o patamar de R$ 20,00/kg de peso vivo. Confira!

Pois bem, foi na batida do martelo que a pecuária brasileira atingiu um novo marco histórico, trazendo um recorde de preço para a categoria dos bezerros.

Animais de zero a doze meses, com um peso de 301,00 kg de média, foram vendidos por R$ 6.300,00/cabeça. Os animais que são super precoces, tiveram a honra de quebrar o recorde nacional e atingir o patamar de R$ 20,93 por quilo.

Segundo os negócios registrados no aplicativo da Agrobrazil, o pecuarista de Miranda/MS, registrou negócios no valor de R$ 2.825,00 por cabeça com pagamento à vista e peso médio de 170 kg. Sendo assim, o preço chega a R$ 16,61/kg.

Apesar do registro de chuvas em praticamente todo o território nacional contribuir para o bom desenvolvimento das pastagens e, ao mesmo tempo, incentivar um posicionamento mais agressivo dos recriadores nas aquisições, o fluxo de comercializado se mostrou aparentemente mais esparso ao longo desta última semana de novembro, com os compradores à espera de melhor definição na arroba do boi gordo.

Segundo a IHS, a ocorrência de negócios a valores acima dos patamares atuais foi esparsa, uma vez que a ocorrência de leilões foi pequena nesta semana em função do período final para vacinação do gado contra aftosa.

No Brasil, apesar da baixa ocorrência de leilões, os preços dos animais de reposição seguem firmes, e a perspectiva de um ciclo bom para a pecuária para o próximo ano incentiva as aquisições dos recriadores, sobretudo pela possibilidade do forte fluxo da demanda externa pela carne bovina brasileira, destaca a IHS.

Os preços da reposição seguem firmes principalmente nos estados de Mato Grosso, Goiás Minas Gerais e São Paulo. Nas negociações dos bezerros, existem registros de diversas vendas realizadas entre R$ 12/kg e R$ 14/kg nessas praças pecuárias, informa a consultoria.

No Mato Grosso do Sul, os preços seguem igualmente firmes, embora haja relatos isolados de negócios com fêmeas a preços ligeiramente mais baixos. O fluxo das vendas segue consistente.

No Pará, Tocantins e Rondônia, a oferta ainda é mais enxuta, e o nível de demanda é suficiente para sustentar os preços locais em ambiente firme, observa a IHS. Nesses Estados, as compras de bezerros ocorrem entre R$ 11,50/kg e R$ 13/kg. “O destaque nacional segue sendo o mercado dos animais menos erados, voltados à engorda nas pastagens do período de safra, destaca a IHS.

Com informações da Agrobrazil, Portal DBO, IHS Markit

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com