Bezerro dispara a R$ 20,00/kg e bate novo recorde, veja!

PARTILHAR

Mais um marco histórico brasileiro! Animais com excelente padrão genético, peso e por um preço justo, confira o vídeo da quebra de recorde no preço do bezerro!

O mercado da reposição segue aquecido, já que o mercado do boi em 2020 atingiu uma alta de R$ 80/@ neste ano. A arroba do boi gordo em São Paulo subiu de R$ 198,11 em novembro de 2019 para R$ 280,50 neste mês, valores sem impostos e a prazo, de acordo com levantamento da Scot Consultoria.

Como não era por menos, os preços da reposição seguem com grande valorização em todo o país, refletindo também a menor oferta de animais para negociação. Os recordes vem acontecendo e os preços atingiram a casa dos R$ 20,00/kg, segundo o vídeo do leilão, confira!

As informações chegaram as redes sociais em primeira mão pela transmissão do leilão Martelo de Ouro Leilões, lá na cidade de Gurupi, em Tocantins. O estado é famoso pela produção pecuária e tem ganhado destaque a cada ano.

Pois bem, foi na batida do martelo que a pecuária brasileira atingiu um novo marco histórico, trazendo um recorde de preço para a categoria dos bezerros.

Animais de zero a doze meses, com um peso de 301,00 kg de média, foram vendidos por R$ 6.300,00/cabeça. Os animais que são super precoces, tiveram a honra de quebrar o recorde nacional e atingir o patamar de R$ 20,93 por quilo.

A ação foi comemorada nas redes sociais, segundo divulgado pela Confiboi, um dos nomes mais famosos da pecuária, “Mais um marco histórico Brasileiro… Batido o martelo pela honra do nosso grande amigo @leiloeiroeduardogomes Bezerros Super Precoce 300kg… Tourinhos, Comercializados e valorizados na cifra de 6k… Parabéns meu Tocantins pela sua genética no estado, e parabéns parceiros parceiros de honra! 👏👊🐂🐂🐂🇧🇷”.

Segundo os negócios registrados no aplicativo da Agrobrazil, o pecuarista de Aquidauana/MS, registrou vendas de R$2.390,00 por cabeça, para animais de 0 a 12 meses e peso médio de 166,00. Além disso, o estado do Mato Grosso do Sul é o que mais tem apresentado bons volumes de comercialização na categoria.

Outro destaque ficou para os animais o “3793º Leilão Machos Correa da Costa” negociou 1.014 bezerros, garrotes e bois e faturou R$ 3 milhões, apontando média geral de R$ 3.027.

Segundo divulgado pela assessoria, o lote de maior destaque da noite foi o de bezerros de 0 a 10 meses de idade que foram vendidos por R$ 2.479,00 por cabeça. Com peso médio de 153 kg, o valor atingiu o preço de R$ 16,20/kg.

De olho no ALERTA

Quem vê de fora da porteira a alta de 41,6%, no boi gordo, pode até pensar que o pecuarista está em uma situação mais confortável do que no ano passado. Mas essa não é a realidade.

Segundo o consultor de agronegócios do banco Itaú BBA, César de Castro Alves “como o preço do bezerro subiu muito, o desafio será fazer com que esse bezerro caro de agora não encontre um boi gordo menos valorizado do que o de hoje. Se encontrar, pode haver problemas, já que o bezerro caro demanda um boi gordo valorizado“.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.