Reposição vai a R$ 5.000/cab com novo recorde de preço!

PARTILHAR
bezerro nelore no pe da vaca
Foto: Faz. SantaNice

Os preços da reposição voltaram a bater recorde, na batida do martelo no fim de semana e no Indicador do Cepea; Novilha vai ao patamar de R$ 5.000,00/cab. Veja!

Mercado não quer saber de preços baixos, o movimento de alta continua avançando e preços atingem novo recorde nesta semana. Entre fevereiro/20 e fevereiro/21, os avanços nos valores da reposição foram mais intensos que os observados para o animal para abate, contexto que vem resultando em piora na relação de troca de terminadores.

Destaque ficou para as novilhas, com preços altos nos leilões nesse fim de semana. Além disso, o Indicador do Cepea para o Bezerro, também atingiu novo recorde histórico. Afinal de contas, o mercado continuará aquecido? Até quando? Confira!

De acordo com o superintendente do Imea, Daniel Latorraca, a alta no preço se dá por um conjunto de fatores. “O ano de 2021 começou com um mercado aquecido para a pecuária, em especial para a de reposição. Isso tudo demonstra o momento favorável do setor, com bons valores da arroba do boi, que puxa o preço”, afirma.

Na contra mão do boi gordo, o mercado da reposição vem buscando novas máximas, tendo em vista a necessidade do pecuarista da terminação adquirir animais para repor o plantel. Diante de um mercado com baixa oferta de animais, os preços voltaram a atingir novas máximas.

Segundo o Cepea, INDICADOR DO BEZERRO ESALQ/BM&FBOVESPA – MATO GROSSO DO SUL, voltou a romper a máxima histórica. A cerca de 19 dias atrás, o preço havia atingido o preço de R$ 2.811,17/cab e esse valor foi ultrapassado na última segunda-feira, 22, com valor na casa de R$ 2.857,18/cab no sul mato-grossense.

Mundo da Pecuária

Em contato Com o Diretor comercial, CEO do C.R CONFIBOI, Clovis Resende no último Leilão “Confiboi Sem Fronteiras”, Novilhas Prenhes de Alto Padrão Genético e Qualidade Superior, obtiveram uma boa liquidez, tendo um lote N-07 da Agropecuaria Matinha de Porangatu, comercializada a R$ 5.000,00 por cabeça, atingindo uma nova marca histórica de preços. (Confira a imagem abaixo)

Segundo os negócios informados no aplicativo da Agrobrazil, o pecuarista de Campo Grande/MS, informou negociação de lote de 145 bezerros, com peso médio de 136,00 kg, comercializados pelo valor de R$ 551,47/@, ou seja, R$ 2.500,00/cab.

Até onde vai a alta?

A oferta restrita de gado jovem segue dando sustentação às cotações dos bovinos na reposição. Esse cenário continua a trazer muita especulação e deve continuar assim no médio prazo. Ainda não sabemos a influência que terá a retenção das matrizes por parte dos pecuaristas, tendo em vista que no último mês ouve aumento no abate de fêmeas.

Outro ponto, muito importante, são as chuvas em maior volume, que têm melhorado a qualidade do pasto e feito com que os pecuaristas optem por segurar seus animais, aguardando um melhor momento para as negociações.

As valorizações trazem grandes tensões e alerta em relação as margens do pecuarista na venda desse animal do futuro. Momento de cautela na compra da reposição é importante, recomendamos que a compra seja efetuada apenas para manter o giro da propriedade e que, agora, aguarde a posição mais concreta dos frigoríficos para o futuro dos preços da arroba.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.