Retrospectiva 2021: Milho, Soja e Boi Gordo

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Confira nesta matéria uma retrospectiva rápida das culturas de milho e soja, além de uma análise do mercado do boi gordo, segundo a Agrifatto!

As expectativas para a safra 20/21 de milho eram bastante positivas, esperava-se um crescimento de 7,2% na área plantada total, passando de 18,5 milhões de hectares para 19,8 milhões de hectares para as três safras de milho no Brasil, com o milho 1ª e 3ª safra ocupando pouco mais de 5 milhões de hectares e o restante cultivado com o milho 2ª safra. A produção total de milho esperada para a safra 20/21 era de 112 milhões de toneladas com elevação de mais de 12% sobre a temporada 19/20.

O fator climático foi determinante no resultado. Com o La Niña atuando na região Centro-Sul do país, as chuvas além de atrasarem e impactarem o calendário de plantio da safra de verão, trouxe impactos para a produção de milho 1ª safra que ficou próxima de 20 milhões de toneladas.

O calendário da soja jogou a safra de inverno do milho para o risco em todas as regiões, além da falta de chuvas a ocorrência de fortes geadas trouxe quebra significativa da produção que foi reduzida para 62 milhões de toneladas. Com isso a safra brasileira de milho em 20/21 totalizou cerca de 88 milhões de toneladas ante a expectativa de 112 milhões de toneladas.

Boi gordo – Retrospectiva da Carcaça Bovina no Atacado

Quando se iniciou o primeiro dia útil do ano de 2021, dia 04/01/2021, a carcaça casada bovina tinha como referência a cotação de R$ 17,95/kg e se ambientava a uma valorização contínua que ocorreu durante o ano de 2020. Durante o ano de 2021 limitações foram encontradas e impostas pelo consumidor brasileiro, ainda assim até o dia 23/12/2021, a sua referência foi de R$ 20,21/kg, destacando assim uma alta de 12,57% no período. 

Esta valorização da carcaça casada bovina se deu por dois fatores principais: a forte demanda chinesa adjunto ao atual ciclo pecuário, marcado por menor oferta de animais para compor as programações de abate e consequentemente menor disposição de carcaças ofertadas aos atacadistas.

Vale a ressalva, de que devido a menor capitalização da população em geral, o apetite do mercado consumidor brasileiro corroborou para que a valorização não foi tão impetuosa, visto que a taxa de desemprego voltou a patamares recordes durante o 1º semestre de 2021.

Soja – Retrospectiva da Safra de Soja

As primeiras projeções para a safra 20/21 de soja indicavam um crescimento expressivo de área plantada devido aos preços remuneradores para o agricultor e custo de produção relativamente estável em relação à temporada anterior. Na safra 20/21 foram incorporados mais de 1,5 milhões de hectares no plantio de soja que cobriu mais 38,9 milhões de hectares com uma expectativa de produção que poderia superar 140 milhões de toneladas.

Da mesma forma que no milho, o fator climático foi preponderante com efeitos negativos à produção de soja. Desde o atraso do plantio à irregularidade das chuvas durante o desenvolvimento da safra resultaram em uma ligeira redução da produção que ficou em 136 milhões de toneladas, 9% acima da produção registrada na temporada 19/20.

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com