Ruralistas querem novo prazo para regularização ambiental

Ruralistas querem novo prazo para regularização ambiental

PARTILHAR
Senado
Foto Divulgação.

FPA discute assunto depois que medida provisória editada no governo Temer não foi votada e caducou. Veja como fica a situação!

Sem conseguir a aprovação da Medida Provisória 867/18 no Senado, a bancada ruralista pretende retomar a discussão sobre o aumento do prazo de inclusão de propriedade rurais no Programa de Recuperação Ambiental (PRA). Este será o principal assunto da reunião semanal de articulação da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA), que será realizada nesta terça-feira (4/6), em Brasília (DF).

Previsto no Código Florestal, o PRA é o passo seguinte à inclusão de dados no Cadastro Ambiental Rural (CAR) para deixar os imóveis rurais do país em dia com legislação ambiental. A partir das informações do CAR, são dimensionadas as áreas de preservação permanente e de reserva legal a serem estabelecidas nas propriedades.

O prazo de adesão ao PRA era o único assunto da medida provisória 867, editada no governo de Michel Temer. Mas, durante a discussão no Congresso, os parlamentares apresentaram 35 emendas ao texto original com outras alterações no Código Florestal. Entre elas, a mudança no marco temporal que serve de referência para calcular a área de vegetação a ser recomposta.

As alterações geraram polêmica e foram alvo de críticas de entidades que atuam na defesa do meio ambiente. Ainda assim, na semana passada, o texto foi aprovado na Câmara dos Deputados com 243 votos favoráveis. No Senado, o presidente da Casa, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) tirou o assunto da pauta e, como a MP, vencia na segunda-feira (3), perdeu a validade.

Os representantes da FPA se reuniram na segunda-feira (3/6) com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina. De acordo com o divulgado pela assessoria da bancada, os parlamentares receberam do presidente Jair Bolsonaro uma sinalização de que o governo já trabalha em uma solução para “garantir que os produtores rurais façam a adesão ao Programa de Recuperação Ambiental”.

Ainda segundo a FPA, os representantes da bancada ruralista entregaram à ministra a pauta prioritária do setor. Está previsto para o próximo dia 12 de junho o anúncio do Plano Agrícola e Pecuário, com as condições de financiamento para custeio e investimentos na safra 2019/2020.

Fonte: Globo Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com