S.O.S Leite: Produtores farão manifesto nacional

S.O.S Leite: Produtores farão manifesto nacional

sos-balde-cheio-bolso-vazio1
Foto: Divulgação

Paralisação será feita no Parque de Exposições em Prata, cidade mineira que fica no sul do estado que é grande polo leiteiro

Os produtores de leite continuam a sofrer com a ausência de políticas públicas de proteção ao setor. Após uma série de mobilizações e audiências, a situação está cada dia mais agravante, mesmo com o embargo feito ao leite uruguaio na última semana.

Entidades do setor lácteo resolveram se organizar para realizar um manifesto nacional de apoio aos produtores de leite do país que vem enfrentando várias dificuldades, queda no preço do produto, importação do Uruguai e valores da commodities.

Confira a imagem reproduzida nas redes sociais

sos-leite-paralisacao
Foto: Reprodução das Redes Sociais

Confira na íntegra o comunicado:

“Dia 16, segunda-feira, nos encontraremos no Parque de Exposições em Prata, às 9 horas para o grande manifesto em defesa do produtor de leite. Em seguida caminharemos todos para a BR 153 para paralisação e protesto. Não haverá derrame de leite na rodovia e sim distribuição de leite aos viajantes.”

Associação Girolando se posiciona

Associação Brasileira dos Criadores de Girolando participará na próxima segunda-feira (16/10) do manifesto nacional “SOS Leite – Balde Cheio, Bolso Vazio” para o fortalecimento dos produtores rurais. O presidente da Girolando, Luiz Carlos Rodrigues, e o diretor da Girolando, José Antônio Clemente, estarão no evento, que está agendado para iniciar às 9h, no Parque de Exposições da cidade do Prata/MG.

São esperados mais de 1000 produtores de leite no evento

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, confirmou presença, além de dezenas de autoridades e lideranças do setor. “As importações estão refletindo negativamente no preço do leite. Com a suspensão anunciada pelo ministro, acreditamos que o preço interno do leite volte a reagir em breve. Mas esta medida precisa ser mantida por um longo período para que essa reação positiva aconteça. Também precisamos de políticas públicas de estímulo ao consumo interno do leite no Brasil. O produtor de leite precisa se unir. Só assim seremos mais fortes e conseguiremos melhores condições para o desenvolvimento da pecuária leiteira do Brasil.”, assegura o presidente da Girolando.

2 COMENTÁRIOS

Comments are closed.