Saca de milho é vendida na média de R$ 87,00

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Já na B3, os futuros do cereal fecharam o primeiro pregão da semana em alta, o vencimento jan/22 subiu 0,63% e ficou cotado a R$ 89,95/sc. Veja!

A semana inicia com os negócios pontuais no mercado físico do milho, com alguns transportadores, armazéns e cerealistas já se encontram de recesso. Em Campinas, a saca do grão é vendida na média de R$ 87,00. Já na B3, os futuros do cereal fecharam o primeiro pregão da semana em alta, o vencimento jan/22 subiu 0,63% e ficou cotado a R$ 89,95/sc.

Com uma média de 138,86 mil toneladas embarcadas diariamente, as exportações de milho encerram a última semana na casa das 694,33 mil toneladas, queda de 6,68% ante a semana retrasada. Com isso, dez/21 totaliza um volume de 1,85 milhões de toneladas exportadas.

O preço médio do produto está em US$ 242,20/ton e as vendas externas do mês corrente consolidam um montante de US$ 448,8 milhões, o equivalente a 48,36% de todo dez/20.

Boi Gordo

Mesmo com o escoamento da proteína bovina ainda fluindo lentamente no mercado doméstico, o volume de negócios concretizados no mercado físico do boi gordo em São Paulo aumentou, assim como a sua referência, que agora volta a marca dos R$ 330,00/@ em animais destinados a China. Na B3, o contrato futuro do boi gordo com vencimento para dez/21, encerrou o dia cotado à R$ 330,00/@, valorizando 1,37% no comparativo diário.

Com o retorno da China às compras de proteína bovina brasileira, as exportações de carne bovina in natura aceleraram o ritmo. Durante a última semana 28,35 mil toneladas foram embarcadas, 28,96% de avanço no comparativo semanal, sendo esse o maior volume semanal desde a primeira semana de out/21.

O mês de dez/21 já totaliza 66,20 mil toneladas de proteína bovina exportadas, 14,26% a menos que no mesmo período de 2020. Com a retomada chinesa, a tendência é que ultrapassemos as 110 mil toneladas exportadas em dez/21.

Soja

Com o dólar sendo cotado próximo aos R$ 5,75 e os futuros avançando em Chicago, a soja passa por valorização no mercado físico brasileiro. No Porto de Paranaguá/PR, a oleaginosa é comercializada na média de R$ 174,00/sc.

Durante a última semana 627,50 mil toneladas de soja foram exportadas, um recuo de 24,58% no comparativo semanal. Os embarques da oleaginosa fecharam a primeira quinzena do mês em 1,77 milhões de toneladas, volume 9,9 vezes superior que o mesmo período no ano passado.

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.