Safras: Projeção da 2ª safra de milho é de 56,75 mi de t

PARTILHAR
Milho Vilhena - caminhao carregando milho
Foto: Renata Silva / Embrapa

A previsão foi divulgada por SAFRAS & Mercado e leva em conta os efeitos das geadas que atingiram parte da região produtora na semana entre 29 de junho e 2 de julho.

A produção de milho da segunda safra 2021, ou safrinha, da região Centro-Sul deverá totalizar 56,75 milhões de toneladas, com um recuo de 22,8% sobre o volume colhido no ano passado, de 73,48 milhões de toneladas. A previsão foi divulgada por SAFRAS & Mercado e leva em conta os efeitos das geadas que atingiram parte da região produtora na semana entre 29 de junho e 2 de julho.

Em comparação com a estimativa anterior, divulgada no final de maio, houve um corte de 7,85%. Naquela previsão, SAFRAS trabalhava com produção da safrinha de 61,592 milhões de toneladas.

Em janeiro desse ano, SAFRAS projetava uma safrinha de 84,027 milhões de toneladas. Após o atraso no plantio, o clima seco durante o desenvolvimento das lavouras e, por fim, a ocorrência de geadas, a quebra estimada entre a produção prevista em janeiro e o atual levantamento é de 32,4%.

A área plantada para a segunda safra 2021 do cereal está estimada por SAFRAS em 14,4 milhões de hectares, com crescimento de 8,5% sobre o ano anterior, quando foram semeados 13,27 milhões de toneladas. A produtividade média está estimada agora em 3.941 quilos por hectare, abaixo do rendimento de 2020, de 5.537 quilos por hectare.

Fonte: Safras

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com