SC: SindiTabaco renova parceria para o Programa Milho, Feijão e Pastagens em Santa Catarina

PARTILHAR

Renovação do acordo de cooperação técnica reuniu representantes de entidades do agronegócio catarinense e resultou no incremento de R$ 779 milhões na renda dos produtores em 2022.

Foi renovado no dia 27 de setembro, na sede da Secretaria de Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, em Florianópolis (SC), o acordo de cooperação técnica do Programa Milho, Feijão e Pastagens após a colheita do tabaco. Conduzida pelo Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco), a iniciativa reúne a estrutura de campo das empresas associadas e das entidades apoiadoras para divulgar as vantagens do plantio da safrinha e incentivar a prática de diversificação da propriedade.

Assinaram o acordo o diretor de Agricultura Familiar e da Pesca, Hilario Gottselig; o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Santa Catariana (Fetaesc), Walter José Dresch; o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-SC), José Zeferino Pedroso; o tesoureiro da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Marcílio Drescher; e o presidente do SindiTabaco, Iro Schünke.

“O setor do tabaco tem incentivado a diversificação após a cultura do tabaco há mais de três décadas. Ao aderir ao programa, os produtores podem ter um incremento real na sua receita, mas também protegem o solo ao mantê-lo coberto com uma segunda cultura, evitam a proliferação de pragas e ervas daninhas, economizam na alimentação dos animais e colhem alimentos para a subsistência da própria família. Tudo isso garante o sucesso do programa”, avalia o presidente do SindiTabaco, Iro Schünke. Nos próximos meses, o programa deve ser renovado também no Rio Grande do Sul e no Paraná. 

Fonte: SindiTabaco

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com