Soja sobe a régua e bate R$ 140,50 e vai quebrando...

Soja sobe a régua e bate R$ 140,50 e vai quebrando recorde!

PARTILHAR
soja no tocantins
Foto: João Di Pietro/Governo do Tocantins

Preço da soja sobe R$ 5 no Rio Grande do Sul e fecha em R$ 145 por saca; Já no Paraná, segundo levantamento da consultoria Safras, o recuo de compradores fez com que as cotações tivessem queda.

Os preços da soja oscilaram regionalmente e de forma nominal nesta terça, 1º, de poucos negócios. “Com a queda do dólar, os compradores saíram das negociações, tentando forçar uma queda”, informa a consultoria Safras.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 140 para R$ 145. Na região das Missões, a cotação avançou de R$ 139 para R$ 140. No porto de Rio Grande, o preço passou de R$ 137,50 para R$ 138.

Em Cascavel (PR), o preço passou de R$ 132,50 para R$ 130 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca caiu de R$ 138,50 para R$ 136.

Em Rondonópolis (MT), a saca seguiu em R$ 132. Em Dourados (MS), a cotação avançou de R$ 134 para R$ 136. Em Rio Verde (GO), a saca subiu de R$ 129 para R$ 132.

Contratos futuros

A soja fechou esta terça-feira, 1º, com preços em alta na Bolsa de Chicago. De acordo com a consultoria Safras, o mercado encontrou sustentação na piora das lavouras dos Estados Unidos, enfileirando a sétima sessão seguida de ganhos. “Mas a elevação foi mais contida, com boa parte de fundos e especuladores aproveitando para realizar lucros. Ainda assim, o mercado encontrou espaço para subir”, diz.

Os contratos da soja em grão com entrega em novembro fecharam com alta de 1,25 centavo ou 0,13% em relação ao fechamento anterior, a US$ 9,54 por bushel. A posição janeiro teve cotação de US$ 9,61 por bushel, com ganho de 1,25 centavo ou 0,13%.

Nos subprodutos, a posição dezembro do farelo fechou com baixa de US$ 1,70 ou 0,54% a US$ 310,80 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em dezembro fecharam a 32,88 centavos de dólar, alta de 0,02 centavo ou 0,06%.

Fonte: Agência Safras

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com