Sucesso do Sistema de Plantio Direto: Origem e vantagens

Sucesso do Sistema de Plantio Direto: Origem e vantagens

plantio-direto-de-soja
Foto: Divulgação

O Sistema de Plantio Direto (SPD) é a técnica de semeadura na qual a semente é colocada no solo não revolvido (sem prévia aração ou gradagem leve niveladora) usando semeadeiras especiais

O Sistema de Plantio Direto é uma tecnologia conservacionista que teve grande desenvolvimento a partir  da década de 1990 no Brasil e já se encontra bastante difundida entre os agricultores, dispondo-se, atualmente, de sistemas adaptados a diferentes regiões e aos diferentes níveis tecnológicos. Um pequeno sulco ou cova é aberto com profundidades e larguras suficientes para garantir a adequada cobertura e contato da semente com o solo.

Podemos dizer que o sistema de plantio direto já era utilizado desde os tempos mais antigos pelo homem quando se utilizavam de ferramentas para fazer buracos ao solo e depositando as sementes sem realizar o preparo de solo em toda a área.

plantio-direto-vs-plantio-convencional
Fonte: Perivaldo Mateus Conrado, Aline Mariele Czekalski / https://pt.slideshare.net/matheusaline/compactao-do-solo-fisica

Podemos citar neste momento duas civilizações antigas que cultivavam desta forma, são os egípcios que praticavam a agricultura nas proximidades do rio Nilo e os Incas que produziam seus alimentos em áreas vulcânicas de solos férteis na região dos Andes. Na agricultura mecanizada moderna, o cultivo em sistema de plantio direto foi tentado há muito tempo, porém somente com o advento de herbicidas modernos é que a técnica tornou-se viável.

Representação-de-um-solo-manejado-no-sistema-convencional-e-orgânico
Representação de um solo manejado no sistema convencional (esquerda) e orgânico (direita) / Fonte: Chaboussou (1995).

O maior gargalo na agricultura moderna até então era o controle de ervas daninhas, sendo que ainda não existiam produtos químicos conhecidos atualmente como os Herbicidas. Foi no final de 1940 durante a Segunda Guerra Mundial com a introdução dos reguladores de crescimento (herbicida 2,4 D) e mais tarde utilizado na Guerra do Vietnã como Agente Laranja que possibilitou os avanços do sistema de plantio direto.

No sistema de plantio convencional o controle das plantas daninhas é realizado mecanicamente através do revolvimento do solo com grades e arados que revolvem o solo e matam as plantas daninhas, o arado mais conhecido e mais antigo é o arado de Aiveca.


sistema-convencional-de-plantio-arado
Foto: inteliagro.com.br

A invenção de um produto químico conhecido como Paraquat em 1955 e comercializado em 1961 possibilitou um grande avanço para o desenvolvimento das técnicas de plantio direto no Reino Unido, Estados Unidos e entre outros países. Segundo estudiosos, os primeiros ensaios com a tecnologia foi realizado em fazendas de Harry e Lawrence, agricultores de Herndon, cidade do estado de Kentucky, EUA.

Primeiros ensaios do plantio direto na América Latina foram iniciadas em abril de 1971 no Instituto de Pesquisas Agropecuárias Meridional (mais tarde EMBRAPA), em Londrina, Paraná. Neste projeto foram criados experimentos na fazenda de Herbert Bartz, agricultor brasileiro, localizado no município de Rolândia, Paraná. Considerando os resultados alcançados com o sistema, Herbert Bartz visitou o Reino Unido e os EUA.

Realizou pesquisas sobre os avanços da técnica, visitou Fernhurst e Harry Young em Kentucky para mais informações, comprou uma semeadora de plantio direto em cada país e começou a semear soja sob o sistema de plantio direto em outubro de 1972. Herbert Bartz se tornou o precursor do plantio direto no Brasil e na América Latina.

plantio direto da soja
Foto: Divulgação

Vantagens do Sistema de Plantio Direto

  • Controle da erosão;
  • Aumento dos teores de matéria orgânica do solo;
  • Melhoria da estrutura do solo;
  • Redução das perdas de água do solo;
  • Redução da variação de temperatura do solo;
  • Aumento da atividade biológica do solo;
  • Menor número de operação com maquinários;
  • Maior controle sobre a época de semeadura;
  • Seqüestro de carbono no solo.
ervas-daninhas-resistentes-ao-glifosato
Foto: paraquat.com

Dificuldades do SPD

  • Necessidade de maior conhecimento técnico;
  • Dificuldades na erradicação de algumas plantas daninhas;
  • Dependência do uso de herbicidas dessecantes;
  • Problemas de compactação do solo;
  • Infestação de plantas daninhas em sojaInfestação de daninhas em soja em SPD.

Algumas plantas daninhas, em especial as perenes, podem ser de difícil controle nesse sistema. Estas plantas devem ser eliminadas ao máximo antes de iniciarmos a implantação do sistema. O uso de herbicidas dessecantes é essencial no Plantio Direto, sendo necessário antes da emergência da nova cultura. A dependência das poucas opções viáveis de herbicidas tem gerado aumento do número de casos de resistência de plantas daninhas a esses herbicidas.

O tráfego de maquinários gera compactação do solo, prejudicando o desenvolvimento da cultura. O não revolvimento anual elimina a possibilidade de correção paliativa do problema com a subsolagem e aragem do solo sem que saiamos do voltemos ao sistema convencional. Os maiores problemas de compactação têm sido gerados por falhas técnicas, como a entrada de implementos em solo molhado.

plantio-direto-semeadora
Foto: Divulgação

Recomendações para uso de semeadoras

Com relação às operações de plantio, alguns pontos são fundamentais para o bom funcionamento de semeadoras:

  1. O solo deve estar com umidade adequada, no ponto friável, nem muito molhado, nem muito seco para plantio;
  2. A profundidade de colocação da semente (4 a 6 cm) deve nortear a regulagem de profundidade do fertilizante, que deve ficar de 3 a 7 cm abaixo e ao lado da semente, e o sulcador posicionador do fertilizante deve nortear a profundidade de regulagem do facão rompedor, que nunca deve ficar muito além de 2 a 4cm abaixo;
  3. Facão rompedor muito fundo ancora a máquina, cria instabilidade para ação das rodas compactadoras, além de gastar energia desnecessária;
  4. O disco de corte deve ser regulado a uma profundidade suficiente para cortar a palha sem provocar embuchamentos.

Pontos importantes

  • Semear na velocidade recomendada pelo fabricante é o início de uma boa lavoura; ela está geralmente entre 4 a 6 km/ha.
  • Toda semeadora tem que vir acompanhada do manual; exija e leia o manual da sua e siga as recomendações do fabricante.
  • Operar sempre seguindo as recomendações técnicas de cada cultura para fazer um bom plantio.
  • A manutenção periódica e bem feita aumenta a confiabilidade da máquina.
  • As sementes e os fertilizantes devem ser retirados do depósito assim que terminar a operação; as sementes, quando tratadas, devem ser armazenadas em lugar seguro.

Requisitos para a implantação do plantio direto

Para o sucesso do SPD, são necessários os seguintes requisitos:
  1. Qualificação do Agricultor
  2. Gerenciamento e treinamento de mão de obra
  3. Boa drenagem de solos úmidos com lençol freático elevado
  4. Eliminação, antes da implantação, de compactação ou de camadas adensadas
  5. Nivelamento da superfície do terreno
  6. Correção da acidez do solo antes de iniciar o plantio direto
  7. Nivelamento da fertilidade na faixa de média a alta
  8. Cobertura de solo
  9. Ausência de queima de restos culturais
  10. Uso do picador e do distribuidor de palhas nas colhedoras
  11. Controle de plantas daninhas
  12. Eliminação de plantas daninhas perenes
  13. Não haver alta infestação de plantas daninhas muito agressivas

plantio-direto-e-indicadores-32-728
Fonte: Marcelo Venturi, Eng. Agrônomo e Ambientalista

Meio Ambiente preservado

O Plantio Direto é a mais importante ação ambiental brasileira em atendimento às recomendações da conferência da Organização das Nações Unidas (Eco-92) e da Agenda 21 brasileira, indo ao encontro do que foi acordado na assinatura do Protocolo Verde.

Porém não é somente pelos benefícios ao meio ambiente que muitos agricultores que plantam milho, soja, trigo, feijão e arroz estão adotando o Plantio Direto.Há uma série de vantagens como a melhor retenção de umidade havendo maiores rendimentos em anos secos.

Adaptado de EmbrapaIACInteliAgroWWF e Agric

PARTILHAR

Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.