Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Três homens são presos caçando javali em Minas Gerais

Três homens foram presos por porte ilegal de arma de fogo; além do javali abatido, militares encontraram três espingardas calibre 12 com munições

Durante patrulhamento neste último final de semana na zona rural de Uberaba, em local frequentado por caçadores, a Polícia Militar Ambiental de Minas Gerais se deparou com quatro indivíduos que caçavam javalis com a utilização de arma de fogo. Após averiguação de documentos, três foram presos por porte ilegal de arma de fogo.

Os quatro homens estavam em dois carros e uma moto quando foram abordados, sendo encontrado, sobre o tanque da motocicleta, um javali abatido. Os militares analisaram os documentos das armas de fogo encontradas nos veículos e constatarem irregularidades no porte. O local onde se praticava a caça estava fora da poligonal correspondente ao cadastro ambiental rural, pois os suspeitos estavam em propriedade rural privada, o que exige declaração de autorização assinada pelo proprietário.

Foram apreendidas três armas calibre 12, com 47 munições intactas do mesmo calibre, e oito munições calibre 357. Dos quatro homens, três foram presos, pois o quarto não estaria utilizando armas de fogo, somente um facão para a caça. O javali abatido foi encaminhado ao Hospital Universitário da Uniube para análise e posterior descarte, de forma adequada.

Policiamento de áreas rurais irá aumentar

Foto: Divulgação

A Polícia Militar de Minas Gerais recebeu 22 novas viaturas para ações de fiscalização ambiental no Estado. A entrega dos novos veículos ocorreu em janeiro, no Museu de Artes da Pampulha, em Belo Horizonte. Agora, a frota de veículos para combate a crimes ambientais em Minas já é de mais de 400, além de drones.

Ao todo, 22 municípios de Minas Gerais vão receber os veículos, inclusive Uberaba está na lista das cidades contempladas. A frota é toda composta de modelos Mitsubishi L200 4×4 e tiveram um custo de R$ 4,5 milhões. Os recursos foram obtidos por meio de medidas compensatórias ambientais de acordos judiciais realizados pelo Ministério Público de Minas Gerais.

Imagem Ilustrativa

Exército regulamenta normas para controle de javalis

O Ministério da Defesa, por meio do Comando do Exército publicou a Portaria nº 166, de 22 de dezembro de 2023, que atualiza as normas para controle populacional de javalis, considerada caça excepcional para controle da fauna invasora. O retorno da regulamentação do manejo sustentável foi defendido pela Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária (SAR).

A portaria determina que os caçadores excepcionais necessitam do acesso a Produtos Controlados pelo Exército (PCE) para utilização no controle da fauna invasora, nas condições autorizadas pelo Ibama. Entre as mudanças está o prazo de validade do registro que será de três anos, contados a partir da data da concessão ou de sua última revalidação. O registro também deve atender às prescrições da Portaria nº 56 COLOG/2017.

A Guia de Tráfego Especial (GTE) emitida para abate da fauna exótica invasora só terá validade quando acompanhada do documento comprobatório da necessidade de abate da fauna invasora, expedido pelo Ibama.

Com informações de JM Online

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM