Vaca Senepol bate recorde de produção de embriões duas vezes!

Vaca Senepol bate recorde de produção de embriões duas vezes!

PARTILHAR
Foto Divulgação.

A vaca Maressa da 3G 1854, pertencente ao rebanho da Senepol 3G, voltou a ser destaque. A vaca bateu recorde e produziu mais de 165 embriões em uma aspiração!

Maressa da 3G 1854 já havia estabelecido o recorde na produção de oócitos; trabalho de inseminação artificial e fertilização in vitro é realizado pela equipe da ABS

A vaca Maressa da 3G 1854, pertencente ao rebanho da Senepol 3G, voltou a ser destaque. Ela quebrou mais um recorde. Desta vez, na produção de embriões: foram 165 embriões, frutos de uma única aspiração da doadora. A fêmea já havia chamado a atenção em outubro, após a equipe conseguir aspirar de uma só vez 485 oócitos.

O rebanho da Senepol 3G conta com o apoio técnico da ABS. O veterinário da empresa, Alysson Resende, foi o responsável pelas aspirações; ele explica que a genética do animal é o fator determinante dos resultados impressionantes obtidos.

“A média de produção de oócitos da raça Senepol é de 40. Para os embriões, a média fica em 10 a 12 embriões por aspiração, e o máximo que tínhamos visto era cerca de 90, 100 embriões. A produção dela foi realmente surpreendente. Mesmo sendo filha de uma das melhores vacas do plantel Senepol 3G, a SCR 1241, ela se destacou de forma absoluta em relação a suas irmãs”, destaca Alysson.

“Outros fatores determinantes são a nutrição e a sanidade praticadas na fazenda, o manejo faz uma diferença muito significativa”, conta.

O resultado fica ainda mais expressivo ao se levar em consideração que os embriões foram produzidos a partir de sêmen sexado, que, normalmente, registra índices um pouco menores. “Isso deixa o recorde ainda mais impressionante, com certeza”, enfatiza o veterinário.

Outras duas filhas da SCR 1241 também tiveram destaque, com produção de 168 e 180 oócitos cada.

Em vacas cíclicas sadias, aproximadamente 85% dos oócitos ovulados se desenvolvem até embrião, enquanto que pela recuperação de oócitos com auxílio de ultra-sonografia seguida da produção in vitro em torno de 20% tornam-se embriões transferíveis.

Um dos motivos desta baixa produção de embriões é a grande variação nas características dos oócitos recuperados, já que os folículos puncionados, estão em diferentes estágios de desenvolvimento.

A raça Senepol tem origem do cruzamento entre bovinos N’Dama e Red Poll. Em 1918, Bromley Nelthroop, realizou o cruzamento entre as duas raças, visando o melhoramento de seu rebanho. Na década de 40, a raça já estava estabelecida e o Senepol passou a ser criado como sangue puro. Em 1995, foram importadas as primeiras doses de sêmen de líderes genéticos da raça para o Brasil e no ano 2000, foram trazidos os primeiros animais, diretamente de rebanhos dos Estados Unidos e Ilhas Virgens.

Fonte: ABS

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com