Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Vídeo: Presidente da Aprosoja-MT fala sobre as debilidades da Reforma Tributária

“⁠O texto aprovado aumenta a complexidade ao invés de simplificar a vida do cidadão”, disse o presidente da Aprosoja-MT. Veja o vídeo

Principais debilidades da Reforma Tributária (PEC 45):

A PEC transfere a arrecadação de Mato Grosso e dos estados da Amazônia Legal para os grandes centros, prejudicando a capacidade desses estados de prestarem serviços públicos no futuro para os cidadãos;

⁠O texto aprovado aumenta a complexidade ao invés de simplificar a vida do cidadão;

Não traz uma análise de impacto regulatório para os principais setores da economia. O resultado pode ser desastroso, e o tempo necessário para implementar correções no texto da Constituição é capaz de deixar sequelas por décadas em nossa economia;

Não garante a geração de créditos equivalentes à formação de custos de lavoura aos micro e pequenos produtores rurais não contribuintes, ao invés disso, deixa um comando constitucional para revisão anual dessa sistemática. É insegurança jurídica e acúmulo de carga exatamente sobre o público que mais requer a atenção do Estado;

Traz alíquota cheia para máquinas e equipamentos, o que deve frear os investimentos e a modernização do setor, além do impacto sobre a geração de empregos na indústria de máquinas pesadas;

Perpetua anomalias tributárias criadas pelos estados (Fundos) e não define uma carga tributária máxima, apenas referencial. O céu é o limite e o apetite arrecadatório dos estados só será contido quando o Executivo não contar com ampla maioria nas Casas Legislativas para aprovar seus projetos, o que não é algo comum;

Não garante a restituição dos créditos dos produtos exportados, o que representa o que chamamos de exportação de impostos, uma estratégia que foi utilizada pela Argentina, país que amarga os efeitos de uma balança comercial deficitária, experimentando inflação acima de 3 dígitos e que vê o poder de compra da sua moeda derreter ano após ano.

VEJA TAMBÉM:

ℹ️ Conteúdo publicado pela estagiária Juliana Freire sob a supervisão do editor-chefe Thiago Pereira

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM