Whatsapp funciona nas invernadas e retiros?

Whatsapp funciona nas invernadas e retiros?

PARTILHAR
whatsapp-funciona-nas-invernadas
Foto: Tiago Oliveira

A internet rural pelo celular já é uma realidade para o produtor? O Sebrae publicou um estudo que aborda a utilização de celular, internet via celular e redes sociais.

*Tiago Oliveira

Em fevereiro de 2018 Elon Musk anunciou que pretende criar uma “Constelação de satélites” para fornecer internet de alta velocidade no mundo inteiro (Revista Exame, 2018). Esta ideia foi aprovada pela Comissão Federal de Comunicações dos EUA em 2017 que regulamenta o setor. Enquanto ele fez este anúncio, a China comunicou projeto semelhante (Olhar Digital, 2018). Já imaginou? Internet de altíssima velocidade no meio do atlântico, na Amazônia ou ainda em toda extensão as rodovias brasileiras…

Na era da informação, dados pessoais são moeda de troca. Valem mais que ouro! Imagine quantos dados importantes são gerados durante uma viagem, ou no dia a dia usando o Waze. Estas informações podem servir até para criação de outras vias expressas ou investimentos mais coerentes em determinadas rodovias. As possibilidades são imensuráveis.

Na última semana foi registrado um atropelamento com um carro autônomo experimental da UBER nos EUA. No ano de 2018 é inimaginável um veículo com esta tecnologia trafegando pelo Brasil. É comum viajar centenas de quilômetros sem qualquer tipo de cobertura de celular, imagine internet móvel!

Nas fazendas do interior brasileiro a situação não difere. Muitos fazem investimentos pesados para fornecer internet e sinal de celular aos seus funcionários em locais isolados. São utilizadas antenas de médio porte e internet à rádio. Em alguns casos a situação apenas se resolve com internet via satélite com altíssimo custo. Sim, é esta a nossa realidade.

O Sebrae publicou em maio de 2017 um estudo que aborda a utilização de celular, internet via celular e redes sociais pelos produtores brasileiros. Foram ouvidos 4.467 produtores rurais em todos os estados brasileiros.

A utilização da internet através do celular para questões relacionadas ao negócio rural varia entre 0 – 14,8% dos produtores rurais no Brasil segundo os dados do SEBRAE, 2017. Sendo os estados do Maranhão e Roraima com 0% de utilização e Mato Grosso do Sul e Amapá com 18% de utilização para fins profissionais pelos produtores. Veja no gráfico 1 abaixo a relação destes índices por estado.

O uso geral da internet do celular pelos produtores incluiu diversas questões práticas de utilização tais como:

  • Acesso a serviços financeiros: dos produtores que utilizam internet pelo celular 57,12% usam pra este fim;
  • Acesso a serviços do governo: 50,25%;
  • Uso do e-mail: 84,9%;
  • Pesquisas de preço e fornecedores: 79,77%;
  • Fórum, comunidade virtual, web conferência: 37,02%;
  • Divulgação da empresa via site: 33,63%;
  • Compras de insumos e mercadorias: 53,86%;
  • Exposição de produtos da empresa: 30,05%;
  • Outras finalidades: 11,13%.

Gráfico 1: Uso da internet através do celular para questões relacionadas ao negócio rural.

Uso-da-internet-atraves-do-celular-para-questoes-relacionadas-ao-negocio-rural
Fonte: Adaptado de SEBRAE, 2017.

O celular se faz cada vez mais presente na vida dos brasileiros. No mês de fevereiro de 2018 foi registrado 189,254 milhões de planos de internet móvel de banda larga pelas diversas operadoras no país. Em fevereiro de 2015 este número era de 166,05 milhões, alta de 12,26 % em 3 anos.

Ao passo que temos cada vez maior número de planos de internet e aparelhos registrados, nossa tecnologia ainda está muito aquém de países desenvolvidos. Além da problemática da área de cobertura, a velocidade limita muito a experiência de navegação. Em muitas cidades do interior do país é comum ter velocidades de 0,5 a 2 Mb/s enquanto que em países desenvolvidos essa velocidade de internet móvel chega à incríveis 100 Mb/s (Inglaterra). Em várias cidades com redes de dados móveis, a única opção ainda é a de Banda estreita móvel. De acordo com a Anatel o número de planos de banda estreita era de 46,4 milhões em fevereiro de 2018.

Leia também

No Gráfico 2 podemos ver o retrato da utilização de internet in loco seja na empresa rural ou nas fazendas. Os piores resultados (que menos tem acesso na propriedade) são Acre e Amapá. Com maior uso in loco estão os estados do DF e SC.

Gráfico 2: Utilização de internet pelo celular in loco pelos produtores rurais em 2018.

Utilizacao-de-internet-pelo-celular-in-loco-pelos-produtores-rurais-em-2018
Fonte: Adaptado de SEBRAE 2017.

Em breve publicaremos a 2ª edição com o tema: Uso de redes sociais pelos produtores rurais. Siga e acompanhe as novidades.

Referências:

Anatel 2018Exame 2018Olhar digital, 2018SEBRAE 2018

-- conteúdo relacionado --
Agronegócio em 2018: Perspectivas e tendências do ... Em 2018, o agronegócio poderá ser influenciado pela produção de soja para o biocombustível Todo começo de ano chega trazendo expectativas para os mai...
Mais Alimentos ajuda produtor na compra de caminhõ... Incentivos de juros menores ajudam pequenos produtores a financia investimentos em infraestrutura produtiva da propriedade familiar O Mais Alimentos ...

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
MBA em Marketing Fundace/USP Ribeirão Preto. | Engenheiro Agrônomo (IFMG Bambuí) | Técnico em Agricultura e Zootecnia (CEFET Bambuí) | CREA 24202/D-GO | Whatsapp.: (34) 9 9800-1399