CLASSIFICADOS
Página Inicial » Mais lidas » Fazenda produz 75 mil litros de leite/dia e é referência nacional em produção de leite tipo A
Curso de gestão de pastagens, planejamento e manejo da teoria à prática, aprenda o método PDCA

Fazenda produz 75 mil litros de leite/dia e é referência nacional em produção de leite tipo A

O sucesso do Leite Bela Vista, Fazenda é referência nacional em produção leiteira. Vacas holandesas produzem 75 mil litros de leite tipo A por dia e 27 milhões por ano. Com uma produção diária de 75 mil litros de leite, a fazenda São José, entre Tapiratiba e Guaxupé, tem um rebanho de 6 mil animais que produzem 27 milhões de litros de leite por ano. Na estrutura, tem até maternidade para o nascimento dos bezerros.

“O reconhecimento dos clientes e associação da marca a produtos de qualidade e pureza nos traz imensa satisfação e nos dá a certeza de que estamos no caminho certo.” Com estas palavras, o empresário Olavo Barbosa define seus próprios sentimentos em relação ao nome que a marca Fazenda Bela Vista conseguiu conquistar no mercado.barracoes

Com uma produção diária de 75 mil litros de leite, a fazenda sediada na divisa entre Minas Gerais (Tapiratiba e Guaxupé) conta com um rebanho de 6 mil animais. Destes, 3 mil estão em constante lactação e, os demais, em fase de cria e recria. Este rebanho, composto de vacas holandesas, é responsável por uma produção de 27 milhões de litros de leite por ano, “A fazenda Bela Vista é referência nacional na produção de leite A”, diz Barbosa.

Ele conta que essa história teve início em 1960, com a aquisição da Fazenda São José, de 1.400 hectares. ”Neste período, toda a produção era voltada para o leite tipo B e em poucos anos já éramos responsáveis pelo fornecimento de grande parte do leite consumido na região.” Em 1970, apenas dez anos depois, o rebanho da fazenda já contava com 1.000 animais em lactação.

A grande mudança.

Na década de 1980, após pesquisas realizadas nos EUA, México e Europa, optou-se por adotar o sistema free-stall, originário da Califórnia, e começava a construção de um moderno complexo produtivo. O sistema free-stall, termo em inglês que significa baia livre, compreende uma estrutura específica de 13 galpões cobertos, cada um com cerca de 240 animais. Neles, as vacas e novilhas ficam separadas de acordo com a idade e a produção de leite, e o animal é livre para comer, caminhar, tomar sol e deitar. O ambiente nesse confinamento também é muito calmo e higiênico.

Em 1987 a Fazenda São José passava a ser o maior e o mais avançado centro de produção de leite tipo A do Brasil, lançando a marca Fazenda Bela Vista.

Em setembro de 2005, foi inaugurado um moderno laticínio, e iniciou-se então a produção de uma extensa linha de produtos derivados do leite, como creme de leite, queijos, ricota, requeijões, achocolatado e iogurtes.

O caminho do leite.ordenha-leitefazenda

Com uma ampla e bem equipada estrutura, a Fazenda São José conta, ainda, com maternidade que possui baias individuais para o nascimento dos bezerros. As vacas recém-paridas também são submetidas à ordenha mecânica, porém o leite retirado nessa fase é pasteurizado e destinado somente á alimentação dos bezerros.

O bezerreiro é um box individual onde as bezerras ficam 60 dias após o parto, e recebem duas mamadas diárias e ração peletizada, fabricada na própria fazenda, além de um brinco de identificação com data de nascimento, nome do pai e número da mãe.

Após 60 dias, as bezerras são desmamadas e já se alimentam com ração e feno, sendo então transferidas para boxes coletivos. Os animais ficam separados em diferentes baias, de acordo com  a idade e peso.

No curral de lavagem, os animais são limpos com jatos d’água antes de serem ordenhados, para evitar qualquer tipo de contaminação.

A sala de ordenha tem capacidade para ordenhar mecanicamente 500 animais por hora e construída 100 % com aço inox, é única no Brasil. Cada animal é ordenhado de duas a três vezes por dia e produz, em média 25 litros de leite.

O leite ordenhado apresenta temperatura de 36ºC e é resfriado a 3ºC, processo que garante a conservação e mantém as características naturais do leite.

Após o resfriamento, o leite segue para o laticínio, onde será pasteurizado, homogeneizado e envasado em garrafas fabricadas em área anexa ao envase, na própria fazenda.

Alimentação.

Para alimentar todo o rebanho, são necessárias 140 toneladas de ração e volumoso por dia, como silagem de milho, silagem de pré-secado de tifton, fenos de tifton, milho e farelos de soja. O volumoso é produzido na própria fazenda, que dispõe de 1.200 hectares de plantação de milho e 160 hectares para produção de feno.

O segredo do sucesso.

Ao ser questionado sobre o segredo do sucesso que a marca Fazenda Bela Vista conquistou ao longo do tempo, o proprietário Olavo Barbosa responde que é o trabalho diário realizado com muito esforço, dedicação e amor. “O constante investimento em pesquisas e em alta tecnologia também é fator primordial para o crescimento da marca. Procuramos também estabelecer parcerias com fornecedores de igual comprometimento e responsabilidade”, complementa.

Dentre os investimentos em pesquisas aos quais se refere Barbosa, a Fazenda Bela Vista realiza o maior projeto brasileiro de aprimoramento genético em gado de leite, com 3.600 transferências de embriões por ano, volume que é inédito no Brasil.

Fonte: leitefazenda.com.br

Um comentário

  1. Evandro Luiz gomes

    E o meu sonho ter minha fazenda produzir a minhas vacas de muito leite! 👏👏👏

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicadoEstes campos são obrigatórios *

*

x

Checar também

cafe rama vermelha

Café capixaba é eleito o melhor do Brasil pela Abic

O microlote do produtor José Alexandre Abreu de Lacerda recebeu a maior pontuação no júri ...

fazenda-sustentavel-vencedores-2016

Fazenda de Mato Grosso do Sul é a campeã da sustentabilidade

A Modelo II adotou integração lavoura-pecuária-floresta e foi a vencedora do prêmio Fazenda Sustentável 2016, ...