🚀 5 segredos para seu pasto se tornar uma lavoura

PARTILHAR
gado-a-pasto
Foto: Embrapa

A pastagem deve sair de um tratamento periférico e começar a ter os cuidados necessários para se tornar uma lavoura, pois capim bom e bem manejado é sinônimo de boi gordo no pasto

Por Janaina Martuscello* – A pastagem não é mais um insumo nutricional na produção de gado de corte, ela é o insumo, principalmente, quando consideramos que mais de 90% dos animais são terminados a pasto. Por isso, a pastagem deve sair de um tratamento periférico e começar a ter os cuidados necessários para se tornar uma lavoura, pois capim bom e bem manejado é sinônimo de boi gordo no pasto. No artigo desta semana, nós mostramos quais os 5 pontos essenciais para transformar suas áreas de pastagens em máquinas de produção de alimento para seu gado. Ao final do artigo, faça seu cadastro e baixe o ebook para ter acesso a descrição completa das 5 dicas para seu pasto se tornar uma lavoura. Boa leitura!

Pasto de qualidade, sinônimo de pecuária competitiva!

As áreas de pastagens no Brasil representam cerca de 160 milhões de hectares e, embora a pecuária tenha significativa participação no PIB nacional, a produtividade dessas áreas pode – e deve – ser incrementada, visto que mais da metade operam com capacidade aquém do seu potencial, possuindo mais áreas de pastagens produzindo abaixo do que poderia e menos áreas bem manejadas.

As causas da degradação são várias, com destaque para escolha e manejo errado das forrageiras, falta de reposição de nutrientes, taxa de lotação acima da capacidade de suporte dos pastos, entre outros fatores.

Pastos degradados são incompatíveis com uma pecuária competitiva. Por isso, para ser eficiente no sistema de produção de gado e corte a pasto, nós devemos ter um olhar mais profissional para a produção a pasto, pois esse insumo será o seu principal ativo nutricional de seu sistema de produção. Nesse sentido, o manejo de pastagens passa a ter papel primordial na lucratividade da fazenda.

Pense como um empresário!

Quando o capim é bem manejado, ele entrega bons resultados! Por isso, o pecuarista deve entender que o seu capim é o bem mais precioso em sua propriedade. Ele precisa converter o pasto em produto animal comerciável, no caso carne de qualidade. Por isso, como ocorre em qualquer outro sistema de produção, na produção de capim, o pecuarista deve ter bem claro cada etapa do processo de produção do capim, considerando desde a estacionalidade até a adubação.

Desse modo, ele deve montar um planejamento e gestão acurados para ter capim em quantidade e qualidade. Para isso, ele deve passar pelos níveis operacionais, táticos e estratégicos.

1 – O nível operacional – Em uma escala temporal dura dias ou semanas: refere-se a definição de dias de descanso e ocupação, diminuição de taxa de lotação, escolha do piquete ou pasto para entrada, ou seja, decisões diárias.

2 – O nível tático – Diz respeito a decisões tomadas em um prazo menor que um ano e tem por objetivo promover ajustes no planejamento estratégico. No planejamento tático é que se define, por exemplo, se você irá diferir esse ou aquele pasto e se irá fazer o plantio de lavoura de milho por ILP se acaso o preço das sementes estiver favorável, por exemplo.

3 – O nível estratégico – Compatibiliza a capacidade produtiva da fazenda com a quantidade de alimentos demandada pelos animais para os cenários de produção previstos.

Você deve ter em mente que sem capim, sem gado! Capim ruim, gado com desempenho ruim! Capim bom e bem manejado, desempenho bom!

Infelizmente, esse pensamento empresarial nem sempre acontece. De fato, ainda é comum vermos áreas de pastagens com lotação muito acima do suportado, o que resulta em pastos raspados e lotados de plantas invasoras. Esse não é o retrato que queremos ver, quando pensamos em uma pecuária 10x mais lucrativa!

Como transformar seu pasto em lavoura?

Nesse sentido, o manejo de pastagens passa a ter papel primordial na lucratividade da fazenda. Logo, considerar o pasto como uma lavoura, como outra qualquer, é um passo importante para manutenção da sustentabilidade econômica, social e ambiental. Antes de ser pecuarista, o produtor precisa ser um bom “lavoureiro de capim”. Mas, como transformar um pasto em lavoura? Abordaremos aqui cinco pontos essenciais para o sucesso da atividade pastoril.

  1. Conheça a fertilidade do solo;
  2. Atenda as exigências nutricionais e climáticas da planta;
  3. Use sementes de qualidade;
  4. Utilize a altura como critério de manejo;
  5. Conheça a capacidade de suporte do pasto e a respeite;

Portanto, para que pastos sejam de fato lavouras produtivas esses não precisam somente ser produzidos, mas também colhido de forma eficiente para que sejam convertidos em produto animal. Formar bem uma área de pasto, ter uma boa adubação e aplicação correta de técnicas de manejo é o tripé para a produção de uma lavoura de capim!!!

Boas tomadas de decisões na produção de capim

Para ter sucesso aplicando as ações descritas acima, você precisa entender que, assim como qualquer lavoura, o pasto precisa de sua dedicação. Hoje, a pecuária não tem mais espaço para o modelo extrativista! Para isso, você deve buscar o suporte na adoção de tecnologias, pois elas têm forte influência nesse processo, contribuindo para que possa melhorar a sua capacidade analítica e decisória dos processos produtivos. por isso, adote ferramentas tecnológicas que te ajudam a fazer um ótimo planejamento, gestão e análise de oportunidades para produzir uma lavoura de pasto.

Nesse caso, eu gostaria de indicar a BovExo, uma plataforma de tomada de decisão que te permitirá analisar todas as variáveis e comparar cenários, chegando a melhores estratégias para potencializar os lucros da sua fazenda.

A plataforma da BovExo possui o que há de melhor da inteligência artificial, conhecimento zootécnico e indicadores de performance para transformar seu pasto em lavoura! Entre as suas diversas funcionalidades, a função “estado dos pastos” permite a avaliação do estado das áreas dos pastos dos últimos 15 dias e os próximos 30 dias, levando em consideração o tamanho da área do piquete, a forragem manejada, a climatologia, a estratégia de dieta de cada lote e a taxa de lotação. Além de te auxiliar na gestão para formar uma área de pasto, adubação e aplicação correta de técnicas de manejo, tudo feito para você tomar as melhores decisões para transformar seu pasto em lavoura.

Então, o que está esperando para ter uma pecuária baseada em tecnologia e precisão para resultados 10x mais lucrativos?

Para te ajudar na sua tomada de decisão, nós preparamos um ebook para ter acesso a descrição completa das 5 dicas para seu pasto se tornar uma lavoura. Ele te ajudará a transformar suas áreas de pastagens em máquinas de produção de alimento para seu gado.

Preencha o link abaixo e tenha acesso ao nosso ebook!

Acesse nosso site e entre em contato com nosso time de especialistas. Eles te darão todo o suporte nessa jornada para que você tenha a melhor experiência em sua trajetória para uma pecuária de resultados máximos.

O artigo ̩ de autoria da Profa. Dra. Janaina Martuscello РZootecnista РProfessora de Forragicultura e Pastagem РUniversidade Federal de Ṣo Jọo del Rei.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com