Por que devo pesar o gado?

PARTILHAR
boiada nelore no semiconfinamento
Foto: Confinamento Viçosa

Pesagem frequente dos animais permite uma boa gestão e tomadas de decisão nas fazendas, sendo essa atividade a base para uma pecuária baseada em dados e tecnologia de informação

Vamos falar de algo muito importante hoje. Você tem controle em sua fazenda? Ou melhor, você saberia dizer precisamente quantas arrobas a sua fazenda está produzindo nesse momento?

Temos a certeza de que boa parte dos leitores não conseguirão responder com exatidão essa informação, devido a um único motivo, a maior parte dos pecuaristas não realiza frequentemente a pesagem do gado.

Nesse artigo vamos mostrar alguns pontos importante que justificam a pesagem frequente dos animais, e como esse manejo é primordial para um bom planejamento estratégico e decisões acuradas para a máxima eficiência e lucratividade da pecuária de corte.

Por que devo pesar o gado?

Quando pensamos na pecuária de corte, uma das práticas de manejo que pode dizer muito sobre a fazenda é o ganho de peso. Para e obter esses dados é necessário realizar a pesagem dos animais. Essa prática é primordial para boas tomadas de decisão, sendo um importante indicador de quase todos as outras atividades que deverão ser realizadas na fazenda.

Apesar de ser uma das atividades mais simples de serem realizadas no dia a dia da fazenda, e na grande parte das vezes, negligenciada pelos pecuaristas, a pesagem dos animais é essencial para uma boa gestão e tomadas de decisões, visto que o monitoramento do ganho de peso dos animais permite entender outros indicadores zootécnicos da fazenda, por exemplo, o crescimento do animal, a performance da dieta, analisar o estoque animal em número de animais e arrobas, a identificação do momento ideal de abate e animais de baixo desempenho (boi ladrão), determinar os indicadores econômicos e realizar melhoramento genético do rebanho (se for o objetivo da fazenda).

Além disso, a pesagem permite a identificação do melhor momento para manejos reprodutivos e sanitários, visto que as perdas de ganho de peso podem estar associadas a doenças ou problemas alimentares.

Contudo, mesmo diante de todas essas vantagens observadas com a realização das pesagens dos animais, atualmente ainda temos muitos pecuaristas que são resistentes em realizar as pesagens frequentes dos animais, pois acreditam que o “olhômetro” funciona muito bem ou não veem vantagens para esse manejo.

Quando se detém o conhecimento, pode-se transformar cenários. A realização das pesagens dos animais permite deter um conhecimento estratégico do rebanho. Além dos pontos listados acima, descremos outros três resultados obtidos da pesagem frequente dos animais.

1 – Entender o perfil do seu gado

Quando realizamos de forma frequente o monitoramento do peso dos animais é possível entender a curva de crescimento do seu rebanho, em suas diferentes fases, conseguimos avaliar o comportamento de ganho de peso do rebanho ou lote frente a cada manejo realizado, por exemplo, as alterações das taxas de lotação e entrada e saída das áreas dos piquetes de pastagem.

2 – Avaliar o ganho de peso frente à dieta fornecida

As dietas são fornecidas aos animais de acordo com uma expectativa de ganho de peso dos animais. Se não há um controle do ganho de peso dos animais, ficará difícil saber a evolução do desempenho dos animais frente à aquela dieta e realizar rápidas tomadas de decisão para os ajustes necessário ajustes necessários no decorrer do período do fornecimento da dieta, por exemplo, mudança da dieta, mudar o manejo dos animais etc.

3 – Fornecimento de medicamento

Esse ponto é muito importante quando falamos de manejo sanitário do rebanho. Mais de 90% dos medicamentos são baseados em kg por animal. Se você não tiver o peso dos animais, como conseguirá medicar os animais de forma eficiente e eficaz. Uma medicação fornecida na quantidade errada poderá trazer problemas de subdosagem ou superdosagem do medicamento, que podem resultar, respectivamente, em resistência ao medicamento ou intoxicação dos animais.

A pecuária baseada em dados

Vamos imaginar a seguinte situação: você possui uma categoria animal dentro de um manejo e dieta fornecida. No momento de projetar os custos, você também já projeta o ganho de peso dos animais. Ou seja, o seu animal deve ter “x” ganho de peso diário, pois o seu custo de produção está baseado nesse ganho de peso. Se você não realiza o monitoramento do ganho de peso, como você conseguirá analisar os custos do manejo e dieta daquela categoria?

Você sempre estará trabalhando no escuro, em uma verdadeira caixa preta, onde os resultados serão vistos quando não há mais possibilidades de serem alterados. É a partir desse contexto que muitos pecuaristas dizem que pecuária não dá lucro. Na verdade, o que nunca dará lucro, independente da área que for atuar, é a falta de controle e gestão dos dados.

Para o atual contexto do Brasil, sendo um dos grandes protagonistas da pecuária de corte mundial, realizar o correto manejo dos animais através de pesagens frequentes é cada vez mais fundamental para o aumento da produtividade, otimização dos processos e redução de custos.

Por isso, na sua fazenda, desde a sala de ferramentas até a saída do gado para o abate, você deve ter todos os dados mais bem organizados, controlados e gerenciados. Esse tipo de comportamento fará com que você seja um pecuarista mais experiente, profissional e eficiente em seus processos produtivos.

A nova pecuária não permite mais amadorismo, o foco deve ser na gestão profissional de todas as variáveis da fazenda, com olhos para o número de arrobas produzidas na fazenda. Por isso, o pecuarista de precisão deve ter consciência que todos os dados da fazenda devem ser coletados, desde a identificação dos animais, passando por eventos fisiológicos, custos e o peso dos animais.

Vislumbrar oportunidades de negócio e buscar efetivamente o melhor para sua criação. São pecuaristas que pensam assim que atingem um crescimento consistente. E você não precisa ficar com o pé atrás diante das tecnologias, pois podemos te ajudar a realizar o melhor manejo das pesagens dos animais. A BovExo está fortemente comprometida com a sua criação e sua produtividade. Nosso software traz o que há de mais atual em tecnologias de otimização e conhecimento zootécnico para que você possa analisar todas variáveis, comparar cenários e chegar na melhor decisão possível, chegando a máxima rentabilidade.

Se você ainda está resistente quanto a intensificar ou não a frequência de pesagens dos animais, acesse o link para ter acesso a planilha “análise de análise das perdas/ganhos por aumento de frequência de pesagem em manejo convencional”. Você os benefícios de realizar um maior número de pesagens dos animais na pecuária de corte.

Escrito por João Costa Jr – Zootecnista, Dr. em Zootecnia – BovExo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com