Aftosa: 4 dicas para ter sucesso na aplicação, vídeo!

Aftosa: 4 dicas para ter sucesso na aplicação, vídeo!

PARTILHAR
Foto: Acrissul

Vacinação contra aftosa é obrigatória para os animais com idade até 24 meses, fique ligado nas dicas e evite os prejuízos que podem ser causados pela aplicação errada!

Começou no dia 1 de novembro a segunda etapa do ano da campanha nacional de vacinação contra a febre aftosa. Agora, até o fim de novembro o país deverá vacinar quase 100 milhões de cabeças de gado, lembrando que os animais deverão ter até 24 meses de idade para poderem ser vacinados contra a doença.

Para conscientizar o pecuarista e os peões sobre a importância de imunizar o rebanho sem lesionar os animais, a AVA – Ação Vacinando no Alvo, iniciativa da Friboi, lançou mais uma fase da campanha “Vacina, peão!”. No vídeo abaixo, quatro dicas importantes sobre o manejo de vacinação estão em destaque:

1 – Aplicar na tábua do pescoço;
2 – Fazer aplicação subcutânea;
3 – Usar a agulha certa;
4 – Realizar o manejo sem pressa.

Acompanhe:

É NA TÁBUA DO PESCOÇO

Este é o melhor lugar para aplicar a vacina, porque:

• a carne do pescoço não é nobre e vai ser vendida em pedaços. Se a vacina for no lombo, a gente pode perder um pedaço do contrafilé. Isso ninguém quer, né?

• se todos vacinarem na tábua do pescoço, fica muito mais fácil para o frigorífico encontrar qualquer reação vacinal, porque nem precisa procurar muito.

APLIQUE NA CAMADA SUBCUTÂNEA

É importante aplicar debaixo do couro, e não no músculo, porque:

• a vacina contra aftosa é oleosa e é normal gerar uma reação no animal. Só que a reação dentro do músculo fica escondida. Assim, na hora do abate, é mais difícil identificar e eliminar.

• quando a reação é intramuscular, gera um prejuízo de até R$ 40,00 por cabeça na hora do abate, porque a carne precisa ser inutilizada. Com aplicação subcutânea bem feita, o prejuízo por cabeça é zero, pois toda a reação pode ser retirada.

AGULHA CERTA E EM BOA CONDIÇÃO

• É importante escolher a agulha certa. As ideais para aplicação subcutânea são as mais curtas, pois não atingem o músculo.

• É importante escolher a agulha certa. As ideais para aplicação subcutânea são as mais curtas, pois não atingem o músculo.

• Na ponta da agulha, tem uma lâmina, ou seja, ela “corta” o couro do animal. Por isso, é ideal aplicar na diagonal, num ângulo de 45º, para usar o máximo dessa lâmina e aplicar a vacina logo abaixo do couro e antes do músculo.

SEM PRESSA

Lembre-se de que você tem o mês de novembro inteiro para vacinar seu rebanho.

Portanto, não corra!

Se você tentar fazer tudo rápido, aumenta o risco de acidentes (tanto com o gado quanto com você), além de erros na aplicação, contaminações e outros inconvenientes que vão gerar prejuízos para todos lá na frente.

Mexendo com animais, devagar é mais rápido.

Pelo site da campanha, o vacinapeao.com.br,  os interessados podem baixar materiais de apoio para capacitar as equipes de manejo.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com