Alta do boi em Mato Grosso foi superior ao de São Paulo

Alta do boi em Mato Grosso foi superior ao de São Paulo

PARTILHAR
@fazendasbergamini

Os dados se referem ao mês de outubro, de acordo com o IMEA, que acaba de publicar cenário de mercado sobre margens do diferencial de base.

O preço do boi gordo negociado no Mato Grosso registrou avanço de 8% em outubro último, para R$ 224,14/@, em média (a prazo), enquanto que arroba em São Paulo teve acréscimo de 6,5% no mesmo período, ficando em R$ 265,07/@ (prazo), segundo informa a Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea). Os dados foram publicados nesta terça-feira (1º/12)

Com essa maior valorização do boi no Estado do Centro-Oeste, o diferencial de base (diferença entre as cotações da arroba nas duas praças de comércio) de MT-SP apresentou o quarto encurtamento consecutivo deste ano, atingindo em outubro -7,90%, em média, uma diferença de – 1,28 ponto percentual sobre o indicador de setembro (-9,17%) e queda de -2,21 pontos percentuais em relação ao percentual registrado em igual período de 2019.

Segundo o Imea , esse movimento de maior valorização da arroba no Mato Grosso contribuiu para que o diferencial de base MT-SP “chegasse ao menor patamar visto desde outubro de 2017”.

As exportações de carne de carne bovina in natura encerraram o mês de novembro com volume de 167,74 mil toneladas enviadas e uma receita de aproximadamente US$ 738,52 milhões. Apesar de não ter superado a máxima, foi recorde para o mês de novembro e o segundo maior volume enviado neste ano, ficando atrás somente de julho, quando foram enviadas 169,25 mil toneladas.

No mercado futuro, o dia foi de baixas. O contrato vigente, o dezembro/20, encerrou a terça-feira cotado a R$ 267,45/@, acumulando baixa diária de 2,23%, o menor valor desde 08/10/2020. Já o janeiro/21, fechou a R$ 258,80/@, registrando queda de 2,03% ante a véspera.

Com informações do Portal DBO e Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com