Após dias de baixa, preços da soja aumentam

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Não houve alta em apenas duas praças, que se estabilizaram

O mercado brasileiro de soja apresentou preços firmes nesta quarta-feira. Os ganhos na Bolsa de Chicago e a alta do dólar garantiram suporte às cotações. Segundo o consultor de Safras & Mercado, Luiz Fernando Gutierrez Roque, a alta dos preços chamou alguns vendedores de volta. “Houve negócios em todo lugar, mas sem volumes relevantes”, destacou.

– Passo Fundo (RS): a saca de 60 quilos se manteve em R$ 166,00

– Região das Missões: a cotação seguiu em R$ 166,50

– Porto de Rio Grande: o preço avançou de R$ 168,50 a saca para R$ 172,00

– Cascavel (PR): o preço passou de R$ 162,00 para R$ 164,00 a saca

– Porto de Paranaguá (PR): a saca passou de R$ 167,00 para R$ 169,00

– Rondonópolis (MT): a saca subiu de R$ 149,00 para R$ 153,00

– Dourados (MS): a cotação passou de R$ 154,50 para R$ 155,00

– Rio Verde (GO): a saca subiu de R$ 150,00 para R$ 152,00

Soja em Chicago

Os contratos futuro da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a quarta-feira com preços mais altos. Após cinco sessões de perdas, um movimento de recuperação técnica garantiu a elevação.

O cenário de menor aversão ao risco no financeiro assegurou as compras por parte de fundos e especuladores.

Para amanhã, as atenções se voltam para o relatório de exportações semanais de grãos. O mercado trabalha com número entre 700 mil e 1,8 milhão de toneladas.

Os contratos da soja em grão com entrega em janeiro fecharam com alta de 11,00 centavos de dólar por bushel ou 0,9% a US$ 12,28 1/4 por bushel. A posição março teve cotação de US$ 12,35 por bushel, com ganho de 8,50 centavos ou 0,69%.

Nos subprodutos, a posição janeiro do farelo fechou com alta de US$ 7,30 ou 2,13% a US$ 349,10 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em janeiro fecharam a 55,18 centavos de dólar, com baixa de 0,03 centavo ou 0,05%.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 0,60%, sendo negociado a R$ 5,6710 para venda e a R$ 5,6690 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,5790 e a máxima de R$ 5,6740.

Fonte: Canal Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR