Arroba a R$ 210, qual ponto de equilíbrio? Pra cima!

Arroba a R$ 210, qual ponto de equilíbrio? Pra cima!

PARTILHAR

No mercado físico, os valores estão próximos de R$ 200,00/@ a R$ 205,00/@ para o boi comum. As premiações para animais que atende exportação têm negócios a R$ 210,00/@!

Nesta quarta-feira (11), os vencimentos futuros para o boi gordo terminaram o dia com perdas significativas na Bolsa Brasileira (B3). O contrato Dezembro/19 registrou uma queda de 3,48% e está cotado a R$ 194,00/@. O Janeiro/20 está precificado a R$ 192,00/@ e com um recuo de 3,52%, enquanto, Fevereiro/20 foi negociado a R$ 191,00/@ e com uma desvalorização de 3,52%.

O contrato Maio/20 terminou a sessão com uma queda de 2,63% e cotado a R$ 185,00/@. Já o Outubro/20 está precificado a R$ 195,00/@ e encerrou com uma perda de 2,99%

De acordo com o Analista de mercado da Agrifatto, Gustavo Rezende Machado, os frigoríficos estão oferecendo valores menores pela a arroba do boi gordo. “No mercado físico, os valores estão próximos de R$ 200,00/@ a R$ 205,00/@ para o boi comum. As premiações para animais que atende exportação têm negócios a R$ 210,00/@”, comentou em entrevista ao Notícias Agrícolas.

A Radar Investimentos apontou que o mercado físico mostra resistência em trabalhar em valores menores. Isto porque as programações de abate em São Paulo mostram estagnação desde a terça-feira da semana anterior (3/12). A necessidade urgente da indústria em algumas regiões tem distorcido os diferenciais de base.

No final do ano, as indústrias aproveitam para realizar manutenção das fabricas e fazem uma paralisação. Com isso, houve relatos de grandes carregamentos de animais oriundos de RO, PA e MT chegando nos estados de MG e SP.

“Acrescenta-se também a dificuldade relatada por frigoríficos para sustentação dos preços no atacado. O cenário atual ainda é contrabalançado pela situação de ofertas limitadas de boiada gorda, as quais atenuam a intensidade das baixas”, destacou a Informa Economics FNP.

O valor negociado para a arroba do boi comum em Paraíso das Águas/MS foi de R$ 190,00, à vista e com data para o abate em 11 de dezembro. Na região de Guzolândia/SP, a região teve negócios para o boi comum de R$ 190,00/@, à prazo com trinta dias para pagar.

O aplicativo AgroBrazil, os participantes informaram negócios de R$ 200,00/@, à vista e com data para o abate em 30 de dezembro. No município de Sabino/SP, a arroba foi negociada a R$ 190,00/@, à prazo com trinta dias pagar e com data para o abate em 23 de dezembro.

Segundo o levantamento da Scot Consultoria, o preço do boi gordo ficou estável no estado de São Paulo, mas há tentativas de compra por preços até R$12,00/@ abaixo da referência. “há empresas com escalas prontas para o restante do ano. As indústrias com as programações de abate alongadas têm testado o mercado com mais intensidade”, informou a consultoria.

Segundo Scot Consultoria

Na média das 32 praças monitoradas pela Scot Consultoria, a cotação da arroba do boi gordo caiu 6,5% desde o início do mês.

A pressão de baixa continua, contudo, nas praças onde o preço recuou, a intensidade das desvalorizações diminuiu. Além disso, vale ressaltar que parte das indústrias estão fora das compras.

Na média das 32 praças monitoradas, a cotação da arroba caiu 6,5% desde o início do mês.

Nas duas praças pesquisadas no estado, o preço do boi gordo ficou estável, contudo, há tentativas de compra por preços até R$12,00/@ abaixo da referência.

No estado, há empresas com escalas prontas para o restante do ano. As indústrias com as programações de abate alongadas têm testado o mercado com mais intensidade.

Por outro lado, há frigoríficos com escalas curtas, que ofertam preços maiores pela arroba.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com