Arroba dispara e bate R$ 230 em São Paulo, segura peão!

Arroba dispara e bate R$ 230 em São Paulo, segura peão!

PARTILHAR
Foto: Governo de Mato Grosso

Melhora da relação com as demais proteínas, exportações em alta e oferta curta de animais são fatores que justificam retomada de movimento de alta. Confira!

O mercado do boi iniciou a semana com preços estáveis na segunda-feira, dia de menor volume de compras. Já a terça-feira veio com grande impacto de alta nos preços e, não foi só em São Paulo, dessa vez os estados do Centro-Oeste também atingiram valores máximos, segundo o app da Agrobrazil. Conforme já havia sido anunciado pelo Compre Rural, a semana seria de preços recordes para a arroba do boi.

A menor oferta de animais para abate trouxe uma maior pressão para os frigoríficos, já que estes trabalham com escalas de 3 a 4 dias e, aqueles habilitados a exportação, estão pagando valores mais altas para poder cumprir os contratos.

Segundo os dados publicados pelo pecuarista no aplicativo da Agrobrazil, o valor da arroba disparou hoje e atingiu o valor de R$ 230 em São Paulo, praça que serve como balizador para as demais praças do Brasil.

O pecuarista de Novo Horizonte/SP, informou para o Boi Gordo EU China, o valor de R$ 230,00 por arroba, com prazo de 8 dias para pagamento e abate para o dia 12 de agosto. Ainda segundo as informações da negociação, os animais acima de 4 dentes terão um desconto de R$ 3 reais no valor da arroba.

Arroba do boi segue firme e com motivos para buscar novos patamares de preços nas próximas semanas

Em entrevista, o Analista de Mercado da Agrifatto, Yago Travagini Ferreira, os preços da arroba em São Paulo seguem sustentados só que nas demais regiões está ocorrendo uma pressão de altista. “As regiões do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás estão com ofertas de preços maiores em função da oferta restrita de animais e reflete a necessidade dos frigoríficos em compor as escalas de abate”, afirma.

“Os preços em São Paulo para o boi gordo conseguiram atingir o patamar de R$ 220,00/@ e R$ 225,00/@, mas agora está estagnado nas últimas semanas. Já as referências no Mato Grosso estavam na faixa de R$ 195,00/@, e agora, começa ter negócios de R$ 205,00/@”, destacou o analista.

Quando os preços em São Paulo começam a ficar elevados, a tendência é que os frigoríficos busquem animais em outras localidades para abater na praça paulista. “Nós acreditamos que esses preços nos preços pode se estender para São Paulo e caminhar para o patamar dos R$ 230,00/@”, ressaltou.

Com relação ao confinamento, o analista aponta que as perspectivas para a engorda intensiva são boas e o quarto trimestre do ano tenha mais entregas de animais. “Com os atuais valores do mercado futuro, os pecuaristas ficam mais estimulados a investir no segundo giro do confinamento”, comentou.

Com a demanda chinesa aquecida e com a possibilidade de recorde nas exportações de julho, a expectativa é que os valores da arroba continuem se valorizando para as próximas semanas.  “Nós já batemos o recorde do volume de exportação para o mês de julho, mas podemos bater recorde para a série histórica e podemos chegar em 170 mil toneladas”, informou.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.