Arroba fecha estável, mas preços vão seguir firmes!

Arroba fecha estável, mas preços vão seguir firmes!

PARTILHAR
preco-da-arroba-sao-paulo
Foto: Compre Rural

Preço da arroba do boi gordo fecha estável nesta sexta; Frigoríficos se ausentam e poucos negócios são registrados no país. Arroba ficou cotada em R$ 194,00 no estado de SP.

O mercado físico do boi gordo apresentou maior morosidade no decorrer da sexta-feira. Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, diversos frigoríficos optam por se ausentar da compra de gado, avaliando as melhores estratégias de compra a serem adotadas no curto prazo. 

“A posição das escalas de abate no geral é confortável, situação que remete a continuidade do movimento de queda. A reposição entre atacado e varejo ainda acontece de maneira lenta, avaliando a descapitalização do consumidor médio durante o primeiro bimestre”, explicou.  

Em São Paulo, Capital, preços a R$ 193,00 a arroba para pagamento à vista, estáveis em relação à quinta-feira. Em Minas Gerais, preços de R$ 187,00 a arroba, em Uberaba, contra R$ 188,00. No Mato Grosso do Sul, preços seguiram em R$ 183,00 a arroba, em Dourados. Em Goiás, o preço indicado seguiu em R$ 185,00 a arroba em Goiânia. Já no Mato Grosso o preço ficou em R$ 177,00 a arroba em Cuiabá, inalterado. 

Atacado

O mercado atacadista voltou a se deparar com preços acomodados ao longo da semana. “A tendência de curto prazo ainda remete a correção dos preços, avaliando a mudança do perfil de consumo no decorrer do primeiro bimestre. O movimento é natural, em um momento de descapitalização do brasileiro médio, às voltas com despesas corriqueiras a esse período do ano”, disse Iglesias. 

Corte traseiro ainda é cotado a R$ 15,15. Corte dianteiro ainda é precificado a R$ 10,75, por quilo. Ponta de agulha permanece cotada a R$ 10,20, por quilo. 

Preço do boi gordo vai continuar firme e em alta neste ano, diz Scot

O preço da arroba do boi gordo em Dourados (MS) já caiu 5,1% desde o início do ano. Segundo a Scot Consultoria, essa foi a queda mais expressiva entre as trinta e duas praças pesquisadas pela empresa. Na região sul mato-grossense, por exemplo, o valor da arroba começou o ano a R$ 187 e nesta quinta-feira, 16, a R$ 177,50. Em Araçatuba (SP), o preço do boi gordo saiu de R$ 200 para R$ 192 por arroba.

De acordo com a Scot, o movimento já era esperado pois neste período do ano, o consumo de carne bovina é menor. “Nós temos muita gente de férias e isso muda muito a dieta e se consome menos”, explica o diretor da empresa, Alcides Torres.

Além disso, ele afirma que o início do ano é marcado por um período em que a população precisa arcar com gastos extras, como impostos e taxas. Outro fator que puxa o preço da arroba para baixo é a maior presença dos pecuaristas no mercado, com aumento das vendas se concentrando em janeiro.

Apesar disso, Torres afirma que o movimento de queda é pontual. Isso porque a China, uma das principais consumidoras do produto brasileiro, ainda sofre com a peste suína africana – doença que já dizimou o plantel de suínos do país. “A peste lá tem se disseminado e as medidas realizadas (para controlar a doença) não foram suficientes”, afirma.

Esse cenário de demanda chinesa ainda aquecida aliada à menor oferta de animais no Brasil é fator que deve manter os preços sustentados. “A tendência é de mercado comprador em 2020, melhor até que 2019”, projeta.

No entanto, ele acredita que os valores do boi gordo não devem voltar ao patamar entre R$ 230 e R$ 250 por arroba.

Compre Rural com informações do Canal Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com