Arroba vai subir ainda mais nesta semana, vai a R$ 260

Arroba vai subir ainda mais nesta semana, vai a R$ 260

PARTILHAR
Confinamento e Boitel VFL BRASIL. Foto: Marcella Pereira

Depois de bater recorde na última semana, o reajuste finalmente chegou na pecuária, o momento é de grande disparada nos preços da arroba. Confira agora!

Se não houver mudança de plano econômico, como era frequente há algumas décadas, a arroba do boi gordo vai a R$300,00, o leite vai a R$5,00/l, a soja a R$200,00/saca e o milho a R$100,00/saca. Obviamente, a dúvida é saber “quando” isso acontecerá.

Os preços do boi gordo dispararam no fechamento da semana nas principais praças de produção e comercialização do Brasil. Com o feriado de 7 de setembro, a semana ficou mais curta, o consumo e exportações cresceram e a oferta de animais para abate continua reduzida, fatores que combinados são um verdadeiro “combustível” para acelerada na altas no preço da arroba.

Fechamento da semana

Agrobrazil

Segundo app da Agrobrazil, o preço médio para praça de São Paulo, fechou o dia com forte valorização e cotado a R$ 243,86/@, com preço variando de R$ 240 a R$ 245/@. Já a média para o estado de Mato Grosso do Sul, ficou cotada em R$ 244,03.

O Indicador do Cepea, ao que parece, tomou rumo e vem quebrando recordes durante esta semana. Em novo movimento de alta, os preços do indicador alcançou o patamar de R$ 240,45/@. Esse é o maior valor da história já registrado pelo Cepea.

Safras&Mercados

“A dinâmica do mercado pouco mudou. A oferta de animais terminados segue restrita em grande parte do país, assim como a dificuldade dos frigoríficos para compor suas escalas de abate”, diz o analista da consultoria Safras & Mercado Fernando Henrique Iglesias.

Conforme Iglesias, persiste a preferência por animais jovens, com até 30 meses, requisito básico para exportação ao mercado chinês. “No interior de São Paulo foram registrados negócios com a arroba do boi gordo saindo a R$ 250”, aponta.

  • Em São Paulo, capital, os preços do mercado à vista ficaram em R$ 244 – R$ 245 a arroba, ante R$ 241 a arroba na quinta-feira, 3.
  • Em Uberaba (MG), os preços subiram de R$ 237, a arroba para R$ 240 a arroba.
  • Em Dourados (MS), as cotações ficaram em R$ 238 a arroba, contra R$ 232 a arroba registrados na quinta.
  • Em Goiânia (GO), o preço indicado foi de R$ 235 a arroba, contra R$ 230.
  • Já em Cuiabá (MT), o preço ficou em R$ 221 a arroba, contra R$ 219.

Futuro do boi é de preço alto

Dessa maneira, o descompasso entre oferta e demanda tem emplacado intensa pressão altista na arroba da boiada gorda.

Apagão de oferta continua, viés de alta também

De modo geral, o ambiente de negócios no mercado físico aponta para firmeza de preços e possíveis ajustes positivos na precificação da arroba ao longo da próxima semana. Em algumas regiões do País, novos lotes de gado confinado devem ser colocados à venda penas ao final do mês e, mesmo com o avanço da oferta, não deve abrir espaço para grandes ajustes negativos, de acordo com previsões da IHS Markit.

“As expectativas para a primeira quinzena de setembro são de ritmo aquecido do escoamento de carne para os atacados, mantendo regular a necessidade de abate de gado”, prevê a consultoria. Além disso, a receita dos frigoríficos, principalmente plantas habilitadas para exportação, também tem equilibrado a margem das indústrias, que, assim,  conseguem pagar valores mais elevados pela arroba, justifica a IHS.

Em resumo, o cenário é positivo para os preços e parece haver espaço para valorizações, uma vez que ainda nem entramos no último trimestre. Portando amigos pecuaristas desse Brasil, o preço do boi tem margem e força para subir mais, abrindo a semana cotado a R$ 250,00 e mirando, com certeza o preço de R$ 260 no mercado do Boi China!

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com