Assim como o caminhão, o mercado de reposição também estacionou

Assim como o caminhão, o mercado de reposição também estacionou

PARTILHAR
Foto: Confinamento Monte Alegre. (Reprodução: CompreRural)

As especulações que aumentaram na última semana, davam indícios de que o mercado de reposição poderia se aquecer no curto prazo.

Entretanto, devido a greve dos caminhoneiros, as estradas por todo o país foram paralisadas, o que gerou impacto direto ao mercado de reposição.

Sem a entrada dos animais para os frigoríficos e sem a saída da carne, o mercado do boi gordo perdeu a referência, fato que por si só já desestimula às negociações de reposição.

Além disso, o transporte de animais de reposição também foi incluído na greve e sem embarques o mercado travou nos últimos dias.

Para o curto prazo fica a expectativa de quando será cessada a paralisação e de que forma o mercado irá se comportar após esse cenário.

Vale destacar que a chegada da frente fria no centro sul impacta diretamente na qualidade das pastagens, diminuindo a capacidade de suporte. Isso tende a provocar menor resistência da ponta vendedora quando as negociações retornarem ao ritmo normal.

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com