Atenção para mais frio e neve na segunda semana de agosto

PARTILHAR
Foto Divulgação

Agora outra grande frente fria já está sendo monitorada e também deve conseguir passar com força sobre o Sul e sobre parte do Sudeste e do Centro-Oeste

Um prolongado bloqueio atmosférico fez com que julho de 2022 fosse o julho mais quente já registrado no Brasil desde 1961, segundo cálculos do Instituto Nacional de Meteorologia.

Mas uma forte frente fria no finalzinho do mês quebrou essa barreira e agosto começou livre para a passagem das frentes frias. Sem o bloqueio, as frentes frias podem avançar normalmente trazendo um pouco de chuva e o ar frio de origem polar. 

Urubici, SC (Foto: Getty Imagens)

A primeira semana de agosto foi marcada pela passagem de uma grande frente fria, que trouxe chuva, ventania de um ciclone extratropical e fez o ar gelado se espalhar por áreas de todas as Regiões do Brasil.

De um julho muito quente, essa frente fria teve força para derrubar a temperatura e esfriar bastante a atmosfera. 


Agora outra grande frente fria já está sendo monitorada e também deve conseguir passar com força sobre o Sul e sobre parte do Sudeste e do Centro-Oeste. Esta frente fria deve chegar ao Rio Grande do Sul na quarta-feira, 17 de agosto. Antes dela, o Sul terá chuva de outra frente fria. 


Os detalhes das condições para chuva serão dados ao longo desta segunda semana de agosto, mas o que está chamando a atenção dos meteorologistas da Climatempo é a possibilidade de ocorrência de neve.

Neve à vista

A atmosfera esfriou muito no Sul do Brasil com a passagem da frente fria na primeira semana de agosto. Agora, esta nova frente fria traz outra forte massa de ar de origem polar. Desta vez, não haverá tempo para um grande aquecimento da atmosfera e, na prática, será por mais gelo no que já está gelado.


Com a entrada de mais ar frio e a perspectiva de formação de outro ciclone extratropical, as condições para ocorrência de neve no Sul do Brasil aumentam muito para o fim desta próxima semana.

Vários modelos de previsão específica para precipitação de inverno indicam a ocorrência do fenômeno para os dias 18 e-ou 19 de agosto de 2022. Ainda há muita variação e indefinição sobre as áreas onde poderá nevar, mas há uma chance relativamente alta de que, desta vez, possa nevar não só nas regiões de maior altitude das serras do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, mas também nas áreas de planaltos dos dois estados, em outras áreas do interior gaúcho, no sul do estado e até no sul do Paraná.

A segunda semana de agosto promete grandes emoções meteorológicas! Acompanhe as atualizações das condições para neve pelo site da Climatempo e pelas nossas redes sociais.

Fonte: ClimaTempo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com