Mercado de grãos, qual seria o norte a ser seguido?

PARTILHAR

Atualizações do USDA para o cenário marcam a forte volatilidade do último pregão da semana na CBOT; Veja o que apontou a Agrifatto em seu relatório diário!

O mercado físico do milho encerra mais uma semana com baixa liquidez e preços sustentados na casa R$ 81,50/sc em Campinas/SP. Os futuros de milho negociado na B3 reduziram as perdas ao longo refletindo o peso do dólar e dados do USDA, com o vencimento setembro/22 (CCMU22) fechando o dia em R$ 88,70/sc, queda de 0,56%.

Mesmo recuando bastante após a redução da safra de milho norte-americana e corte nos estoques finais, os futuros do grão fecharam no território positivo em Chicago nesta 6ª feira (12). O atual vencimento set/22 (CU22) fechou a última sessão regular da semana em US$ 6,40/bu, alta de 1,67%.

Soja

Com o grande recuo da moeda americana frente ao real no último dia da semana e com a volatilidade elevada em Chicago, a saca de soja seguiu negociada na faixa de R$ 189,00/sc em Paranaguá/PR.

Mais um dia com viés altista e com muita volatilidade marcaram o complexo soja, mesmo com USDA elevando safra e estoques da oleagionsa. O vencimento ZSU22 (set/22) apresentou o maior fechamento desde 21/junho deste ano a US$ 15,35/bu, variando +0,97%.

Boi gordo

Após alguns dias com tendências baixistas, a semana se encerrou com o mercado físico do boi gordo em situação de estabilidade para quase todas as praças brasileiras, com exceção apenas de GO que apresentou uma variação negativa no preço do “boi China”, que foi negociado a R$290,00/@.

Na praça paulista, a média das negociações continua sendo R$300,00/@, com escalas de nove dias para o “boi comum” e vinte dias para o “boi China”.

Na B3, o contrato com vencimento para ago/22 sofreu sua primeira variação positiva da semana, sendo negociado a R$ 307,80/@, um aumento de 0,70% em relação ao preço de quinta-feira. A movimentação no atacado seguiu abaixo do esperado, fazendo com que ocorressem novos ajustes negativos, como o preço da carcaça casada do boi castrado, negociada à R$18,70/kg.

Fonte: Agrifatto

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.