Raça Barrosã tem força e a carne inigualável, vídeo!

Raça Barrosã tem força e a carne inigualável, vídeo!

PARTILHAR

Essa raça tem dupla função: a carne e o trabalho. A sua carne é premium e possui DOP (denominação de origem protegida) é muito saborosa e muito apreciada.

Habitantes ancestrais das terras altas do Norte de Portugal, os bovinos barrosões são herdeiros naturais de um património genético, transportando e preservando a genuinidade e a autenticidade de uma raça famosa também pela carne inigualável que produz. Conheça os detalhes da Raça Barrosã!

Na verdade, trata-se de uma combinação vencedora da genética com o método de maneio que garante o sabor e a suculência da carne barrosã, a mais premiada das carnes autóctones nacionais e uma referência emblemática da bovinocultura nacional.

Essa raça tem dupla função: a carne e o trabalho. A sua carne DOP (denominação de origem protegida) é muito saborosa e muito apreciada. Hoje é pouco utilizada no trabalho graças aos novos mecanismos agrícolas. Essas características trazem e permitem que a raça continua sua expansão e criação!

Pode dizer-se que estamos perante um animal perfeitamente adaptado a zonas de agricultura de montanha, onde desempenha um papel importante, permitindo trabalhar as pequeníssimas leiras, fazer a fertilização das mesmas com o estrume e valorizar os recursos alimentares naturais disponíveis que de outra forma seriam desperdiçados.

A raça Barrosã caracteriza-se pelo seu temperamento dócil, terço anterior bem desenvolvido, o que lhe confere boa aptidão para o trabalho. Apresenta dimorfismo sexual acentuado, podendo observar-se a imponente armação córnea nos machos castrados, que pode atingir mais de dois metros de envergadura, e nos machos inteiros destaca-se o terço anterior mais escuro.

Características da raça

São animais de pelagem castanho-claro, tendendo para a cor de palha ou acerejado. Apresentam cor mais clara na região das pálpebras, orla envolvente do focinho, face interna dos membros e região mamária.

Cabeça: curta e larga, encimada por forte armação córnea em lira. Fronte quadrada, deprimida ao centro com região orbitária bastante saliente. Chanfro direito, arredondado e pouco saliente, boca larga, de lábio superior desenvolvido.

Focinho largo, um pouco grosso e arrebitado, de cor negra. Possui orla clara. Conjunto ocular saliente, pestanas e abertura palpebral escuras.

Orelhas médias, rodeadas de pêlos geralmente escuros e no interior compridos. Comprimento e espessura dos chifres bem desenvolvidos, de cor branco-sujo e pontas escuras de secção elíptica.

Pescoço: curto, bem ligado à cabeça e à espádua. Barbela muito desenvolvida.

Tronco: cernelha larga e pouco saliente, costado bem arqueado, peito largo e descido. Região dorso-lombar larga e horizontal, de comprimento médio, bem ligada à garupa, sendo esta horizontal, larga e comprida, com boa largura isquiática. Nádegas sub-convexas, descidas e largas. Coxas bem musculadas e regularmente largas. Cauda com inserção média, terminada por regular borla de pêlos escuros.

Úbere: pouco desenvolvido, revestido por pêlos mais claros espessos e compridos.

Membros: bem aprumados pouco ossudos e curtos. Apresentam unhas pequenas, rijas, escuras e arredondadas.

Pele, pêlo e mucosas: pele grossa mas macia, apresentando rugas no pescoço. Pêlos muito curtos e finos, mais desenvolvidos no pavilhão auricular e na borla da cauda. Mucosas escuras.

Peso médio ao nascimento26,58 Kg
Idade normal de abate6 a 8 meses
Peso de abate184 Kg (machos)
169 Kg (fêmeas)
Peso de carcaças aos 207 dias94 Kg (machos)
Peso de carcaças aos 211 dias85 Kg (fêmeas)

CARACTERÍSTICAS REPRODUTIVAS

Na raça Barrosã o método de cobrição natural ainda é o sistema mais utilizado, embora a inseminação artificial tenha vindo a aumentar.

A Raça Barrosã caracteriza-se por ter grande longevidade reprodutiva, em média 7,6 anos, conduzindo a uma reduzida taxa de substituição (aproximadamente 10% ao ano). Regra geral não apresenta elevada incidência de partos distócicos, apresentando um intervalo entre partos de cerca de 420 dias, podendo variar em função dos factores ambientais. Dependendo da disponibilidade e qualidade de alimentos, assim se pode antecipar ou retardar o primeiro parto.

Por exemplo, na presença de regimes alimentares adequados podemos ter vitelas a atingir a puberdade antes dos 16 meses o que torna possível a antecipação do primeiro parto em dois meses. Podemos dizer que em média a primeira cobrição se faz entre os 15 e os 18 meses, ocorrendo o primeiro parto entre os 24 e os 36 meses.

No que se refere aos touros, estes entram em reprodução aos 18 meses, podendo fazer-se a colheita de sémen a partir dos 16 meses, nos touros testados para o efeito.

De uma maneira geral esta raça possui bons parâmetros reprodutivos, apresentando mesmo potencial para a melhoria dos mesmos.

A ‘Carne Barrosã’ – DOP é obtida a partir de animais da raça Barrosã alimentados essencialmente de pastagens naturais (lameiros) e de forragens (palha e feno) que se encontravam sobretudo em duas áreas geográficas: Minho e Barroso. No entanto, com o passar dos anos, a área geográfica de produção da ‘Carne Barrosã’ estendeu-se por outras regiões.

Para ser considerada DOP, a carne tem de porvir de animais inscritos no Livro Geneológico da raça, terem nascido e sido criados na área geográfica delimitada para o efeito e alimentados à base de produtos naturais dessa região.

Segundo Silvestre Bernardo Lima em1873, o efectivo era de 102.301 machos e de 144.501 fêmeas, tendo-se verificado uma diminuição abrupta havendo um efectivo de fêmeas não superior a 7000 animais e no caso dos machos o número é insignificante.

Associação – AMIBA

A Associação dos Criadores de Bovinos de Raça Barrosã (AMIBA) foi criada no início dos anos noventa, para defesa da raça e protecção dos seus criadores. A gestão do Registo Zootécnico/ Livro Genealógico foi confiada à associação bem como o melhoramento animal da raça Barrosã.

O agrupamento de produtores surgiu em 2 de Julho de 1996 tendo-se iniciado a comercialização em Setembro do mesmo ano. Principiou-se pela zona norte mas atualmente a Carne Barrosã – DOP é comercializada em todo o país. A confraria gastronómica de Carne Barrosã foi fundada em 3 de Setembro de 2001.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com