PARTILHAR

Beefday 2018 teve a participação de 1.200 pecuaristas, técnicos e estudantes de todo o Brasil, o evento aconteceu na APTA de Colina, São Paulo.

O Beefday teve por objetivo promover a ampliação do conhecimento técnico perante pecuaristas e técnicos de campo  através do intercâmbio gerado por palestras e discussões técnicas, realizar extensão rural oferecendo alternativas tecnológicas que, baseadas em resultados de estudos científicos, sejam capazes de promover o aumento na produtividade aos diferentes sistemas de produção de carne bovina e gerar negócios e ampliar networking dos participantes.

“O dia de hoje é muito importante para nós, onde conseguimos fazer uma divulgação em massa de algumas tecnologias e mostrar o projeto que estamos construindo aqui na APTA, poder reunir em um mesmo local mais de mil pessoas é gratificante. Não pensamos em só passar a mensagem do projeto, mas um dos nossos objetivos era fazer as pessoas se conhecerem e gerar networking entre elas e possibilitar futuros negócios, isso é fundamental para nós. A importância econômica do projeto é grande, queremos mostrar ao produtor rural que aquele animal improdutivo que possivelmente ele tem na fazenda pode ser muito produtivo” relatou Gustavo Siqueira um dos grandes responsáveis pelo projeto.

as mudanças com a adoção de tecnologias como a do boi 777 podem incrementar de 30 a 40% na rentabilidade do pecuarista.

Um dos assuntos tocados no dia de campo foi o bem-estar animal, um ponto de vista tão importante e responsável por aumentar a lucratividade do pecuarista, muitos fatores geram stress no animal, vacinação, curral, troca de piquetes, transporte, pesagem, desmama, etc. A mensagem passada é que se o produtor não se atentar para esse aspecto estará deixando de ganhar dinheiro, é preciso resolver esse gargalo da pecuária de corte.

beefday-2018-boi-777
Foto: Marcio Peruchi, Compre Rural

“Nós apresentamos um case de recria intensiva e terminação em confinamento baseado no conceito Boi 777, onde o animal deve ganhar 7@s da recria e 7@s na engorda, foram mostrados alguns números da nossa propriedade e clientes para mostrar aos produtores que estavam aqui que é possível ter uma condição de uma pecuária de corte lucrativa com custos interessantes e alcançar a lucratividade. É preciso entender que aumentar a suplementação diária fará o animal ganhar mais peso diário (GMD) e fazendo as contas entre custos de insumos e produção de arrobas mostrará que o custo da arroba produzida será menor do que quando não suplementa os animais” – Fernando Nemi Costa – Cost@ Consultoria e Assessoria Pecuária.

O grande foco do projeto é transformar animais improdutivos em produtivos.

“A oportunidade de participar do Beefday como parceiro me traz orgulho, ver o sucesso desse projeto. Hoje a Fazenda da APTA Colina é referência no desenvolvimento de novas tecnologias de Pecuária de corte para optimizar a produção, aumentar o desfrute e canalizar técnicas de fácil compreensão para o produtor entenda e possa aplicar em sua fazenda. Foi muito graficamente encontrar vários amigos de todo o Brasil, ver produtores interessados em levar e aprender técnicas de qualidade para incrementar seus índices produtivos e ter lucratividade na atividade, fico contente de ser parceiro do evento e poder mostrar nossa tecnologia sustentável para parceiros e futuros clientes” contou Fernando Loureiro da Rubber Tank Bebedouros.

“Nós tivemos uma oportunidade única aqui para falar de boi, e pra quem esteve presente aqui será de maior valia se estiver disposto a absorver tudo o que foi passado aqui e aplicar em sua fazenda. Hoje nos preocupamos em passar um certo incomodo ao pecuarista, quando ele chegar em casa se perguntará o que é possível fazer do que aprendi para melhorar a produtividade e consequentemente a lucratividade, quando o ser humano se incomoda há uma tendência a pensar diferente” finalizou Matheus Moretti, Zootecnista e Gestor Técnico de Bovinos de Corte na Agroceres Multimix.

Sobre o Boi 777

A fórmula para “construir” o boi consiste em engordar 7@ na desmama, 7@ na recria, 7@ na engorda e abater com 21@ até os 24 meses, aumentando em até 30% o lucro do produtor Mais produtividade na pecuária já deixou de ser um diferencial e passou a ser palavra de ordem para quem atua no setor. Pensando nisso, o Polo Regional da Alta Mogiana, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) e da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA) de São Paulo desenvolveu um conceito que permite produzir mais e melhor em menos tempo.

Boi 777: Técnica garante 21 arrobas em 24 meses

beefday-2018-boi-777
Foto: Marcio Peruchi, Compre Rural
beefday-2018-boi-777
Foto: Marcio Peruchi, Compre Rural
Foto: Marcio Peruchi, Compre Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Fundador e editor do Compre Rural, pós graduado em Consultoria Web, especialista SEO e aspirante a produtor rural.