Bezerro a R$ 480/@ e preço continua disparando, veja!

Bezerro a R$ 480/@ e preço continua disparando, veja!

PARTILHAR
bezerros da raca nelore mocho
Foto: Nelore Mocho Boticão

Os preços da reposição seguem elevados, seguindo a trajetória do boi gordo. Confira abaixo a lista de onde está o bezerro mais caro e o mais barato do país!

Não há o que discutir, os preços da reposição seguem disparando de norte a sul e de leste a oeste. O pecuarista da cria, finalmente, está conseguindo reverter o quadro de anos de deságio nos preços. Segundo o levantamento realizado, os preços seguem com valorização superior a 60% considerando a média Brasil. Mas afinal de contas, onde está o bezerro mais caro e o mais barato do Brasil, atualmente? Confira agora!

Na média de todas as categorias de machos e fêmeas anelorados e estados pesquisados pela Scot Consultoria, as referências no mercado de reposição subiram 1,7% na última semana. Já desde o início do ano, a alta acumulada foi de 6,0%. 

O cenário de forte valorização do boi gordo nos últimos 30 dias, com preços valorizando cerca de R$ 34/@, continua a abrir espaço para a que os compradores de bezerro e gado magro aceitem pagar mais por eles. Mas até onde esses preços vão se sustentar? O mercado é bastante instável nesse momento!

Uma coisa é certa, o mercado vive um momento importante para o pecuarista. Os atuais valores praticados pela arroba do boi gordo, R$ 300, traz boa margem para os preços pago pelo bezerro que será entregue em 2022. Mas será que esse preço se sustenta até lá?

Segundo os negócios informados no aplicativo da Agrobrazil, pecuarista de Bataguassu/MS está comercializando o bezerro por R$ 2.800,00/cab, animais de 175kg, ou seja, o animal está sendo cotado a R$ 16/kg. Sendo assim, o valor da arroba desse animal é de R$ 480,00/@.

Entretanto, o destaque da semana ficou para a batida do martelo realizado pela Uberlândia Leilões. Um lote de 273 garrotes, Nelore Pintado, com genética da “prateleira de cima”, como dizem os pecuaristas. Esse foi arrematado por um valor de R$ 3.940,00/cab e com pagamento à vista.

O pecuarista que conhece bem o animal sabe que, apesar do valor, a genética dos animais é algo fundamental para garantir o retorno lucrativo e, por isso, dizemos que ele “comprou barato”. A negociação envolve um valor total de R$ 1.075.620,00!

O atual cenário é realmente ótimo para o criador, mas nem tanto para o recriador!

Confira agora onde esta o bezerro mais caro e o mais barato do país, lembrando que são considerados aqui médias, animais de desmama de até 12 meses e peso de 225kg:

  • SP: R$ 3.100,00 (Bezerro mais caro do Brasil)
  • MG/MS: R$ 3.000,00
  • TO: R$ 2.950,00
  • BA/MT/PR: R$ 2.900,00
  • GO: R$ 2.850,00
  • AC: R$ 2.100,00 (Bezerro mais barato do Brasil)

No Mato Grosso, o cenário de baixa oferta e demanda aquecida continuou ditando os preços dos animais de reposição em 2021, um aumento de 61,2% no comparativo com o valor médio de janeiro do ano passado, de R$ 1.580,52/cab., informa o Imea.

Outros animais de reposição, como o garrote, boi magro e novilha, apresentaram altas no comparativo anual de 44,92%, 42,67% e 68,97%, respectivamente.

Perspectivas dos preços

A retenção de matrizes ocorreu de forma mais intensa apenas em 2020, o que trouxe para 2021 um ano de baixa oferta de bezerros. A consequência disso é que a virada do ciclo pecuário, deva ocorrer apenas no próximo ano, garantido um cenário de preços firmes a mais altos.

Desse modo, dada a atual conjuntura do mercado (aliado ao ciclo pecuário – fase de alta nas cotações), para o médio prazo, a tendência é de que essas categorias continuem apresentando alta nos preços.

O olhar de longo prazo deve estar atento a tais ressalvas, lembrando que a pecuária eficiente não se faz em um ano, mas sim em vários.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com