Bezerro bate R$ 373/@ com “apagão” de animais!

PARTILHAR
Fotos: Fazenda ELGE

Do bezerro ao boi magro, preços estão disparando pelo Brasil; Firmeza nos preços do boi gordo vem injetando maior apetite comprador do pecuarista de engorda. Confira!

Durante a semana, os leilões brasileiros de animais de reposição apresentaram boa liquidez, com registro de alta procura por parte de recriadores e invernistas, relata a consultoria IHS Markit. As partidas de martelo envolvem principalmente  animais mais jovens.

“A firmeza nos preços do boi gordo injetou maior apetite comprador dos pecuaristas de engorda, principalmente nas praças com representatividade das exportações de carne bovina, onde o ágio pago entre os animais para embarques ao exterior voltou a subir”, destaca a IHS.

Neste contexto, o ritmo de negócios se concentra em animais de qualidade, que venham a atender os requisitos exigidos pelo mercado internacional, com destaque para procura por categorias menos eradas e fêmeas, sobretudo novilhas com 10 arrobas, informa a consultoria.

Conforme dados informados no aplicativo da Agrobrazil, os preços seguem firmes, com uma valorização de quase R$ 800 por cabeça, comparando os atuais preços com o mês de janeiro deste ano. Diante desses preços, tivemos negócios acima da média.

Pecuarista de Rancharia/SP, concretizou negociações pelo preço de R$ 2350,00 por cabeça, pagamento à vista e peso médio de 186 kg. Lembrando que são animais Nelore. O valor médio da arroba, seria de R$ 373/@.

No entanto, apesar da maior fluidez, ao longo desta semana, as cotações no mercado de reposição se mantiveram predominantemente lateralizadas na maior parte das praças pesquisadas no País, o que indica, segundo avaliação da IHS Markit, uma certa limitação no espaço para novos ajustes positivos nos preços, que se encontram em patamares recordes na comparação aos praticados em anos anteriores.

Segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o indicador do bezerro (praça MS) fechou a quinta-feira cotado a R$ 2.282,68, o que representou uma valorização mensal de 3%.

Reposição no Paraná: Bezerro Nelore até 10 meses e 186 kg sai à média de R$ 2.145

O mercado para animais de reposição segue aquecido no estado do Paraná. Entre os dias 26 de setembro e 4 de outubro, quatro remates virtuais comercializaram mais de 2.000 reses e movimentaram R$ 5,2 milhões.

Dois pregões nos dias 26 e 27 de setembro foram transmitidos pela internet diretamente do estúdio da Panorama Leilões, em Cascavel. Na tarde do dia 26, o primeiro “Leilão Virtual Só Ventres” negociou 447 vacas e novilhas qualificadas e faturou R$ 1,5 milhão. A média geral foi de R$ 10,16 kg/vivo.

No dia seguinte, as ofertas online de machos e fêmeas de diversas raças e categorias, filmados nas propriedades, geraram receita de R$ 1,5 milhão. Os bezerros e garrotes saíram ao preço médio de R$ 10,43 kg/vivo; para os ventres, a média foi de R$ 9,73 kg/vivo. O martelo foi comandado pelo leiloeiro rural Lucas Loures, com transmissão pelo YouTube e site da leiloeira.

Outros dois eventos virtuais com animais para cria, recria e engorda foram realizados nos municípios de Pitanga e Candói e organizados pela Gralha Azul Remates. Promovido em 3 de outubro pelo Sindicato Rural de Pitanga, o “Leilão Virtual Gado de Corte” colocou em pista 502 bovinos de corte e faturou R$ 1 milhão (média de R$ 2.108/cab). O leiloeiro rural Max Tedy Teixeira coordenou os trabalhos no recinto.

No dia 4, o Centro de Eventos de Candói recebeu 584 lotes de bezerros, novilhas, vacas e bois de diversas fazendas da região. A receita total do remate promovido pelo Sindicato Rural do município chegou a R$ 1,2 milhão, com média geral de R$ 2.202. O leiloeiro rural Chico Marcondes controlou o martelo durante as captações dos lances. A transmissão foi pelo Canal da Pecuária no YouTube.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.