Bezerro vai a R$ 16,80/kg e preço dispara nesta semana

Bezerro vai a R$ 16,80/kg e preço dispara nesta semana

PARTILHAR
Foto: L. M Nieto / @lmnieto

Os valores negociados na reposição estão disparando, assim como a arroba do boi; A questão agora é: “como fechar essa conta com bezerro a R$ 16/kg?”

A grande escalada nos preços do bezerro são notórias em todas as praças pecuárias pelo país, assim como a arroba do boi gordo que voltou a quebrar recordes de preços nessa semana, aumentando o entusiasmo dos pecuaristas da recria e engorda, que buscando recompor seu rebanho acabaram aquecendo o mercado do bezerro. Confira agora os preços e onde está o bezerro mais caro e o mais barato do Brasil!

Segundo avaliação da Scot Consultoria, na média de todas as categorias da reposição de machos e fêmeas anelorados e estados pesquisados pela Scot Consultoria, as referências no mercado de reposição subiram 1,7% na última semana. Já desde o início do ano, a alta acumulada foi de 6,0%.

Segundo pesquisadores do Cepea, a baixa oferta de animais prontos para o abate e a demanda aquecida são os motivos para os avanços nos valores da arroba. Esse avanço deve continuar a dar o tom de alta nos preços da reposição, já que não há sinais de aumento da oferta de bezerros ao longo desse ano!

Segundo os negócios informados no aplicativo da Agrobrazil, pecuarista de Uberlândia/MG, está comercializando o bezerro por R$ 2.350,00/cab, animais de 140kg, ou seja, o animal está sendo cotado a R$ 16,80/kg. Veja a imagem abaixo.

Já em Ivinhema/MS, os preços estão em R$ 3.100,00/cab para animais de 0-12 meses. Outra negociação, na mesma região, foi feita por R$3.500,00 por cabeça, para animais da mesma idade.

O Indicador do boi gordo CEPEA/B3 (estado de São Paulo) vem operando acima dos R$ 200,00 desde maio de 2020 e, nesta semana, atingiu a casa dos R$ 300,00. Trata-se de novo recorde real da série histórica do Cepea, iniciada em 1994 (os valores foram deflacionados pelo IGP-DI). Esse fator aqueceu o mercado do bezerro, que hoje está cotado em R$ 2.715,00/cab nas praças do Mato Grosso do Sul, animais de 186 kg de média.

Bezerro mais caro e o mais barato

Como é de praxe, realizamos um novo levantamento para mostrar, diante dessas altas, quem esta comercializando animais mais próximos ou distantes da média. Confira abaixo onde está o bezerro mais caro e o mais barato do Brasil:

  • SP: R$ 3100,00 (Bezerro mais caro)
  • MG/MS: R$ 3000,00
  • TO: R$ 2950,00
  • BA/MT: 2900,00
  • GO: R$ 2850,00
  • RO: R$ 2650,00 (Bezerro mais barato)

Estamos considerando na lista acima, praças pecuárias de maiores impactos, sendo que o pecuarista paulista está com o maior valor nominal para o animal, mas também recebe mais pela arroba do boi gordo. Já a situação em Rondônia é mais crítica, já que os preços da arroba seguem defasadas.

Mas afinal, onde vai parar esse preço?

Os preços vão continuar em alta e o pecuarista sabe que a menor oferta de reposição esse ano é a baixa disponibilidade de boi gordo para abate no próximo ano.

Outro fator que continuará impactando nos preços do bezerro são as elevações nos patamares de preços da arroba pelo país. Já observamos em leilões que os preços pedidos são sempre maiores em semanas de valorização da arroba do boi gordo.

Sendo assim, cadenciar as compras da reposição atrelado a venda do boi gordo e utilizando, no planejamento, a trava do boi na B3 é uma das grandes estratégias para maximizar o lucro.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com