Bezerro vira ouro e vale R$ 296 por arroba; a conta fecha?

Bezerro vira ouro e vale R$ 296 por arroba; a conta fecha?

PARTILHAR
Foto: Fazenda Santa Nice - Nelore PO

A trajetória de alta para as cotações no mercado de reposição vem se consolidando cada vez mais. Bezerro vale mais de R$ 290 por arroba e vira ouro. Veja!

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na média de todos os estados monitorados, entre machos e fêmeas anelorados e mestiços, a alta foi de 1,7% nos últimos sete dias. Já comparado com o mesmo período do ano passado, a valorização foi de 32,6%.

Anunciado pelo Cepea, na última semana, o bezerro em São Paulo atingiu valores recordes desde que foi iniciada o levantamento realizado pela instituição. Além disso, a arroba também manteve patamares de R$ 200 de média para o estado, que possui a arroba mais cara do mercado.

Esse cenário de firmeza para o mercado é explicado pela somatória de oferta curta de animais e as chuvas em bons volumes, com maior capacidade de suporte das pastagens, que tem exigido que a ponta vendedora oferte preços maiores. 

Os preços estão subindo pelo país

O mercado do boi gordo vem apresentando uma maior estabilidade nos seus preços, assumindo patamares acima de R$ 200 por arroba, na média Brasil. Algumas regiões tem negócios de até R$ 206/@, como divulgado no app da Agrobrazil. O mercado de reposição não ficou para trás, afinal, não existe boi gordo sem antes se ter bezerro desmamado, valor da arroba foi de R$ 296. Confira!

O preço dos bezerros, assim como qualquer produto, segue a tendência da lei da oferta e procura. Diante disso, com o mercado do boi em cenários positivos, como os que estamos vivenciando, é normal que tenhamos uma maior procura pelo animal de reposição. Um fator que impacta no momento atual é a maior disponibilidade de pasto para os pecuaristas, dando maior conforto para manter a cria e negociar por preços melhores os seus animais.

Ainda no Agrobrazil, negócios em Carmolândia/TO, tiveram sua arroba negociada por R$ 220, para animais sem raça definida e com peso médio de 185,00 kg. Já em Euclides da Cunha/ SP, os animais saíram por R$ 2000/cab, bezerros Nelore com peso médio de 210 kg. Essa flutuação mostra o quanto o preço está flutuando pelo país, mas sempre acima de R$ 220/@.

Garrotes de 24 meses por R$ 2.800, em média

A 42a. edição do “Leilão Virtual Influência Marka” ofertou gado de corte para cria, recria e engorda de várias regiões do Mato Grosso.

Animais para reposição de diversas partes do estado do Mato Grosso formaram as ofertas de mais uma edição do “Leilão Virtual Influência Marka – Gado de Corte”. O pregão eletrônico realizado na noite de 3 de março faturou R$ 1,6 milhão graças à comercialização de 731 exemplares. A média geral foi de R$ 2.276.

Os 311 bezerros Nelore entre 8 e 10 meses, pesando de 176 kg a 195 kg, foram negociados ao preço médio de R$ 1.570. Já os 420 garrotes/bois de 24 meses e 347 kg saíram por R$ 2.800, em média.

A organização do evento foi da Marka Leilões, com transmissão pelo YouTube da leiloeira. As captações dos lances para pagamento à vista tiveram a coordenação do leiloeiro rural Rubens Junior.

A conta fecha?

Bom, agora é um momento de ter cautela nas negociações e, antes de tudo, o pecuarista, tanto da cria quanto recria-engorda, devem estar atentos ao mercado fora da porteira, muita coisa está acontecendo no mundo e podem trazer impactos no mercado do boi.

Utilizar análises do mercado futuro e, também, ferramentas que auxiliem no acompanhamento das cotações ao longo do dia é fundamental para podermos conhecer melhor os próximos cenários e obter melhores informações. O Agrobrazil, aplicativo parceiro do produtor, traz as cotações quase em tempo real e por ele você fica ligado em como está a flutuação do preço.

Compre Rural com informações do Agrobrazil, Scot Consultoria e Portal DBO

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com