Arroba vale R$ 283 e São Paulo o tem bezerro mais caro

Arroba vale R$ 283 e São Paulo o tem bezerro mais caro

PARTILHAR
vaca nelore amamentando bezerro
Foto: Fazenda Santa Nice

No mercado do boi gordo o valor da arroba segue acima dos R$ 200; preço do bezerro em SP é recorde real, afirma o CEPEA. Valor da arroba chegou a R$ 283, confira!

Os preços do boi gordo seguem firmes na maior parte das praças acompanhadas pelo Cepea. O bom desempenho das exportações brasileiras – que seguem acima das 100 mil toneladas por mês – atrelado à baixa oferta de animais prontos para abate mantêm a arroba negociada acima de R$ 200,00 no estado de São Paulo neste início de março.

Nessa quarta-feira, 4, o Indicador do boi gordo CEPEA/B3 fechou a R$ 202,00. Quanto aos animais para reposição (nelore, de 8 a 12 meses), as cotações também seguem em alta nas praças acompanhadas pelo Cepea.

Em São Paulo, especificamente, o preço médio do bezerro atingiu R$ 1.924,66 nessa quarta-feira, 4, o maior patamar real da série histórica do Cepea, iniciada em 1994 – os valores foram deflacionados pelo IGP-DI.

A média da parcial deste mês, de R$ 1.904,44, também é a maior da série, superando o recorde real anterior, de R$ 1.849,55, verificado em maio de 2015, ainda de acordo com série do Cepea. 

Os preços são ainda maiores pelo Brasil

O mercado do boi gordo vem apresentando uma maior estabilidade nos seus preços, assumindo patamares acima de R$ 200 por arroba, na média Brasil. Algumas regiões tem negócios de até R$ 206/@, como divulgado no app da Agrobrazil. O mercado de reposição não ficou para trás, afinal não existe boi gordo sem antes se ter bezerro desmamado, e foi nessa atuada que o recorde bateu R$ 275 no preço da arroba do bezerro em RO.

Quando olhamos para o recorde, registrado no app do Agrobrazil, conforme a imagem abaixo, estamos vendo um aumento na demanda da reposição sendo refletida no patamar de preços que vão sendo negociados na ponta da cadeia do boi gordo.

Segundo noticiado pelo app, o pecuarista de Corumbá, Mato Grosso do Sul, teve seus animais negociados por R$ 2200/cab. Considerando o peso dos animais de 235 kg ou 7,8@ , valor da arroba seria R$ 280,97. Um dos maiores comercializados até agora no Brasil.

Segundo informações da Scot Consultoria, os preços da reposição estão subindo, e no acumulado do ano, na Bahia os preços subiram mais de 28%, comparados com o mesmo período do ano passado.

Quando olhamos as cotações para o estado de São Paulo e Goiás, onde teve a maior valorização da reposição, desde o ano passado, os patamares são de animais de apenas 6@ valendo R$ 1700, para o padrão nelore, ou seja, uma arroba em torno de R$ 283,33. Apesar do valor alta, estamos falando de um animal com padrão e genética de qualidade para garantir um boi precoce e pesado, com excelente acabamento de carcaça.

Além disso, a demanda por animais terminados está crescente e é esperado uma arroba com patamares mais elevados no médio e longo prazo, próximo de R$ 235, principalmente para os animais com alto padrão de qualidade. Pensando nesses valores, conseguimos ter um cenário mais otimista e também com melhores margens, mesmo com a reposição mais cara.

Uma coisa é certa, o valor da arroba irá subir, o da reposição não ficara para trás e a demanda pela carne brasileira é alta em todo o mundo. O Brasil é o maior exportador de carne do mundo e as vantagens sobre os seus concorrentes devem continuar crescendo nos próximos anos. Então vamos fazer o dever de casa que o mercado está aquecido em todas as pontas!

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com