Boi China paga R$ 10 a mais por arroba, o que esperar?

PARTILHAR
Foto Divulgação

Arroba do “Boi-china” vale até R$ 10 a mais; Mercado é empurrado pela indústria exportadora. Confira os preços nas principais praças pecuárias.

Nas praças pecuárias com maior  presença de indústrias exportadoras de carne bovina, há registros de frigoríficos que pagam prêmios até R$ 10/@ acima dos valores vigentes no mercado do boi gordo, desde que os animais cumpram requisitos da demanda internacional, o chamado “boi china”, destaca a Informa Economics FNP.

Segundo a consultoria, nesta segunda-feira, 11 de maio, os preços do gordo mantiveram-se firmes nas principais regiões pecuárias. Em São Paulo, poucos negócios foram efetivados neste primeiro dia da semana e o que segurou o valor da arroba (na casa dos R$ 200, a prazo) foram “as vendas consistentes no front internacional”.

No app da Agrobrazil, o Boi China em Morro Agudo/SP, o pecuarista recebeu R$ 195 à vista e abate para o dia 30 de maio, para os não China o valor é de R$ 187/@. Já em Sandovalina/SP, ficou em R$ 203/@ a prazo com 7 dias e abate para o dia 22 de maio.

A média na praça de São Paulo, segundo o app da Agrobrazil, tivemos uma queda de 0,42%, fechando o dia em R$ 196,34/@. A praça de São Paulo teve uma variação de R$ 191 a R$ 203. Já o Indicador do Cepea, teve uma queda de 1,04% fechando o dia em R$ 200,25/@.

Chegada do frio

Desde a semana passada massas de ar frio tem atingido o Centro-Sul do País o que, no curto prazo, deve aumentar a oferta de gado terminado ao mercado. Por sua vez, nas regiões Norte e Nordeste, os produtores ainda dispõem de pastos com qualidade, resultado dos consistentes níveis de chuvas que vêm sendo registrados, informa a FNP.

Mercado doméstico

No atacado brasileiro, os preços dos cortes bovinos se mantiveram estáveis nesta segunda-feira. A aparente reação no consumo doméstico durante o final de semana, devido às comemorações do Dia das Mães, deve aumentar a procura por carne para reposição nos supermercados no curto prazo, observa a consultoria.

No entanto, o prolongamento do isolamento social nos grandes centros urbanos e a aproximação da segunda quinzena do mês (período de menor poder de compra da população) não devem abrir margem para grandes ajustes positivos no curtíssimo prazo, prevê a FNP.

Segundo Agência Safras

Na capital de São Paulo, os preços do mercado à vista ficaram em R$ 194 a arroba, estáveis. Em Uberaba (MG), subiram de R$ 183 por arroba para R$ 184 a arroba. Em Dourados (MS), ficaram em R$ 176 a arroba, inalterados. Em Goiânia (GO), o preço indicado foi de R$ 180 a arroba, estável. Já em Cuiabá (MT), ficou em R$ 172 a arroba

Mercado futuro

Na Bolsa Brasileira (B3), os contratos futuros para o boi gordo finalizaram a sessão desta segunda-feira (11) positivo da tabela. Os principais vencimentos registraram um ganho de 1,41% a 0,23%, sendo que o contrato maio/20 finalizou cotado a R$ 197,40/@, enquanto, o junho/20 terminou precificado a R$ 192,50/@.

Já o contrato julho/20 encerrou o dia cotado a R$ 193,00/@ e o vencimento outubro/20 finalizou a sessão em torno de R$ 194,75/@.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com