Imagem incrível revela soja brasileira a caminho da China

PARTILHAR
navios carregando soja brasileira em direcao a china

Imagem, em tempo real, mostra navios com soja brasileira seguindo rota em direção à países asiáticos; jargão “celeiro do mundo” não era por acaso

A jornalista norte-americana, Karen Braun, divulgou através de sua conta no twitter uma imagem impressionante, nela é possível ver uma quantidade sem precedentes de navios carregados de soja saindo da América do Sul em direção à Ásia. O Brasil exportou, somente em Abril, cerca de 16,3 milhões de toneladas de soja, desse total, quase 75% tem endereço chinês.

Esse gráfico explica um pouco esse movimento gigantesco de navios em direção ao país asiático. As exportações de grãos brasileiros explodiram em 2020.

exportacao de soja brasileira

Em 2019, a China foi o nosso maior exportador de Soja. A China comprou 79% da Soja brasileira.

Segundo Karen, um detalhe importante a ser observado, é que a maior parte dos navios da foto, estão transportando soja brasileira para a China. Não há muito milho sendo enviado recentemente, e as exportações de carne suína também estão batendo recordes nos primeiros meses de 2020.

Gráfico mostra exportações de soja do Brasil no acumulado de janeiro a fevereiro detalhando seus principais destinos – Fonte: Secretaria de Comércio Exterior

Os embarques de grãos do Brasil continuam acontecendo normalmente e ainda não são impactados pelas questões ligadas ao coronavírus. No caso da da soja, inclusive, o lineup brasileiro, até meados de abril, já se mostra quase 40% maior do que no mesmo período do ano passado, segundo números levantados pela ARC Mercosul.

Os compromissos de vendas são de 24,9 milhões de toneladas para o período, considerando navios que já embarcaram, que estão embarcando ou aguardando e mais os que estão chegando, como explica o analista de mercado da consultoria, Cristiano Palavro, em entrevista ao Notícias Agrícolas. E isso é um recorde para o país no período em questão.

E isso acontece, como explica o analista, “porque os chineses estão comprando agressivamente a soja brasileira, porque os produtores realizaram bons negócios, aquecendo as vendas neste começo de 2020”, diz. “Até mesmo embarques para agosto foram negociados na semana passada”, completa.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com