CaldoNegro lidera ranking do PMGZ com filhos avaliados

CaldoNegro lidera ranking do PMGZ com filhos avaliados

PARTILHAR
touro nelore rem caldonegro
Foto: Divulgação

Os filhos do CaldoNegro avaliados se destacaram em características como peso à desmama, peso à fase materna, idade ao primeiro parto e várias outras características

O touro Nelore REM CaldoNegro, da bateria de Corte Zebu da ABS, tornou-se líder com filhos avaliados no maior sumário das raças zebuínas, o Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos (PMGZ), da ABCZ. A nova atualização, divulgada este mês, expressa todo o potencial do touro, com elevada acurácia, sendo DECA 1 para todas as características.

A liderança foi comprovada pela consistência dos filhos avaliados em todas as características levantadas pelo sumário. CaldoNegro alcançou um Índice ABCZ (iABCZ) de 40,36. Os filhos avaliados se destacaram em características como peso à desmama, peso à fase materna, idade ao primeiro parto, capacidade produtiva com permanência no rebanho (stayability) e perímetro escrotal ao ano.

Segundo Arthur Vieira, Técnico Corte da ABS, o ranqueamento no PMGZ fortalece o reprodutor como uma das alternativas mais promissoras para a criação de vacas com precocidade e diversas outras características superiores. “Para quem busca produzir animais com muito desempenho, fertilidade e habilidade materna, REM CaldoNegro é uma das melhores opções do mercado, com muita acurácia”, afirma.

touro nelore REM Caldonegro
Foto: Publique

Sobre CaldoNegro

Rem CaldoNegro faz parte da bateria de Corte Zebu da ABS desde 2018 e tem um histórico de lideranças nos sumários do PMGZ, ANCP e Geneplus/Embrapa. Filho de REM Uponic com Sabeehah, o reprodutor nasceu em 2013 e é proveniente da Genética Aditiva Agropecuária.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.