Menor de 18 anos poderá tirar carteira, veja como será!

Menor de 18 anos poderá tirar carteira, veja como será!

PARTILHAR
Foto Divulgação

Projeto de Lei permite liberação de CNH a menores que 18 anos; O projeto é do senador Mecias de Jesus e aguarda a votação, em caráter terminativo, da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Projeto de Lei 3.973/2019 está em tramitação no Senado Federal e propõe a redução da idade para emitir a Carteira Nacional de Habilitação. O autor da proposta é o parlamentar Mecias de Jesus, do Republicanos (RR). 

Segundo ele, os jovens de 16 anos possuem grande facilidade em manejar equipamentos tecnológicos e além disso, têm maior senso quanto seus direitos, deveres e responsabilidades. Dessa forma, seria justo que esse público pudesse emitir a CNH mais cedo. 

Dessa forma, o portador da Permissão para Dirigir deverá seguir algumas regras, como ser maior que 16 anos.

Caso a proposta seja aprovada, alguns artigos serão alterados, como o 140, 148, 261 e 291 do Código de Trânsito brasileiro (CTB). O texto será avaliado em caráter terminativo (sem a necessidade de ser avaliado pelo Plenário do Senado) pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). 

Artigos alterados pela proposta

Como dito anteriormente, os artigos 140, 148, 261 e 291 serão alterados. Dessa forma, o portador da Permissão para Dirigir deverá seguir algumas regras, como ser maior que 16 anos. Essa permissão será válida até o menor de 18 anos completar seus 19 anos completos. 

Além disso, o candidato será imputável caso tenha cinco pontos na permissão, menos se as infrações forem leves. Por fim, o Artigo 291 prevê o seguinte: Aplicam-se as disposições da Lei nº8.069, de 13 de julho de 1990, aos adolescentes portadores de Permissão para Dirigir.

Responsabilidade penal para os menores de 18 anos

A proposta, que já foi apresentada no Senado, afirma que a imputabilidade penal(exigência do Código de Trânsito Brasileiro) não deve continuar, já que o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) acredita que a aplicação das normas penais (mesmo que seja de trânsito) são infracionais e vistas como crime. 

O ECA tem as penalidades previstas aos menores que infringiram alguma lei, mas estas não são a nível do código penal. Dessa forma, antes da lei ser aprovada, é necessário estar atento a como as infrações de trânsito serão tratadas com os jovens de 16 à 18 anos. 

Além disso, apesar de os jovens dessa idade saberem manejar com facilidade os equipamentos tecnológicos, não significa que exista responsabilidade o suficiente para não quebrar as regras descritas no CTB. 

O fim da Auto-Escola está perto

O Fim da Obrigatoriedade de Auto-Escola pra tirar a Carteira de Habilitação, pode estar mais perto do que imaginamos, projeto já foi apresentado!

O partido do presidente Jair Bolsonaro, o PSL, por meio do deputado General Peternelli (SP), quer o fim da obrigatoriedade de se fazer autoescola no processo de habilitação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

O Projeto de Lei (PL) apresentado pelo deputado dá ao candidato o direito de escolher entre realizar os cursos práticos e teóricos de forma autônoma ou então da maneira atual, no Centro de Formação de Condutores (CFC).

Atualmente a lei obriga as pessoas a pagar pelo aluguel de carro e moto pra se tirar a CNH, é um processo demorado e caro a se pagar por um documento público

O Projeto de Lei prevê que: assim que o cidadão for aprovado na Prova Teórica de Legislação e no exame médico/Psicotecnico, ele receberá uma Licença de Aprendizagem de condução, onde poderá aprender a dirigir e praticar pra prova prática acompanhado de uma pessoa habilitada por no mínimo há 3 anos em seu próprio carro ou de terceiro

Essa ideia abrange apenas a categoria A/B do código de trânsito Brasileiro. Atualmente a lei obriga as pessoas a pagar pelo aluguel de carro e moto pra se tirar a CNH, é um processo demorado e caro a se pagar por um documento público. 

Já com a proposta do deputado General Peternelli (SP), o cidadão pagará apenas as taxas dos exames e confecção de documentos ao DETRAN e poderá utilizar o próprio veiculo para a realização da prova prática.

“O candidato pode realizar toda a sua formação de maneira autônoma e realizar as provas junto ao órgão de trânsito. Se aprovado em todas as etapas, terá o direito de receber a habilitação, assim como qualquer outro cidadão que opte por realizar o processo por meio de um Centro de Formação de Condutores”, afirma Peternelli.

Mais uma vez, o pano de fundo da medida seria a desburocratização do processo. Esse foi o mesmo argumento de Bolsonaro ao anunciar medidas relativas à CNH, como aumento do número de pontos acumulados com multas e a sua duração.

O criador do projeto ainda acredita que o PL seria responsável por aumentar o acesso à CNH. Segundo ele, atualmente, por conta das aulas práticas, o processo por chegar até R$ 3 mil.

“Esse é um valor incompatível com os ganhos do brasileiros, ainda mais os jovens”, garante.

O PL ainda está no início de tramitação, sendo apresentado à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados e não há previsão para ser votado.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com