Colheita em Tocantins: “Prejuízo muito grande”; vídeo

PARTILHAR
produtores do tocantins
Foto: Reprodução

“O produtor rural do Tocantins está carente, sem palavras e atrás de um socorro pelo tamanho do prejuízo que nós estamos vendo aqui na lavoura”, avalia agricultor

As palavras de desespero são do produtor rural de Aparecida do Rio Negro/TO, José Pedro Libardi. No vídeo, reproduzido abaixo ele comenta sobre os problemas enfrentados na safra e todas as consequências que trazem a quebra da colheita, das famílias que irão ficar sem emprego aos caminhoneiros que ficaram sem o frete da soja transportada, e frisa – “Eu acho que hoje, sem sombra de dúvida, nós aqui do Tocantins já perdemos mais de 300 mil hectares de prejuízo.”

Na última semana nós noticiamos o problema, onde os produtores do Tocantins estavam preocupados em perder a soja e a janela do milho safrinha tornava-se um enigma.

O excesso de chuvas impediu que os produtores de soja do Tocantins colocassem suas colheitadeiras em campo para iniciar os trabalhos de retirada do grão. O atraso causou o apodrecimento do grão ainda no campo trazendo grandes prejuízos aos agricultores.

A perda de produtividade na soja, por conta do clima, é esperado em todo o estado. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), apesar do crescimento de 5% na área plantada, o clima adverso limitou um pouco a produtividade, que deve girar agora em torno de 54 sacas por hectare na média, contra as 55,3 sacas de 2019/2020.

Segundo a vice-presidente da Aprosoja TO, Carolina Schneider Barcelos, há relatos de regiões com atraso do calendário de atividades, mas também já prejudica a qualidade dos grãos dessa safra.

A liderança aponta que, mesmo nos dias sem chuva, ainda não há Sol e isso impossibilita que a água acumulada seque. Algumas partes do estado inclusive já apresentam perdas de até 50% na produtividade devido à essa situação.

Confira o relato do produtor José Pedro Libardi e o presidente da Aprosoja Tocantins, Dari Fronza

O grande atraso da colheita, além de trazer prejuízos à soja, também gera um enorme problema com a produção de milho safrinha no estado. Com esta situação, a janela de plantio indicada pelo ZARC (calendário a ser seguido principalmente para fechamento de seguro) ficou praticamente impossível de ser seguida, trazendo enormes incertezas sobre o futuro da segunda safra de milho.

produtores rurais do tocantins pedem socorro com safra perdida
Foto: Reprodução

A APROSOJA TO se solidariza com todos os produtores que dia a dia lutam para cumprir com seus contratos e para produzir matéria prima aos mais diversos fins – principalmente comida à mesa da população brasileira – e se coloca a disposição para dialogar sobre os problemas descritos nesta nota com os mais diversos players do setor.

Produtores aguardam posicionamentos tanto do governo estadual quanto federal para poder encontrar uma solução para esse grande problema. O agronegócio brasileiro tem sido a roda motriz da economia. Em 2020, por exemplo, representou 20% de todo o PIB (Produto Interno Bruto) do país.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Fundador e editor do Compre Rural, pós graduado em Consultoria Web, especialista SEO e aspirante a produtor rural.