Confinamento faz contagem do gado por aplicativo

Confinamento faz contagem do gado por aplicativo

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Grande confinamento, que abate 60 mil cabeças de gado no ano, investe em alta tecnologia para melhorar gerenciamento e inventário do rebanho.

A tecnologia não é nenhuma novidade no campo, ela chegou pra ficar, já podemos ver ela operando de norte a sul do país, de várias formas. É o caso da Fazenda Santa Mônica do Grupo ARG na região de Montes Claros, ao Norte de Minas Gerais que aderiu ao aplicativo de contagem de gado por foto.

O aplicativo usa inteligência artificial para reconhecer o que é um bovino, contá-lo e diferenciá-lo dos outros, tudo isso através de imagens obtidas por drones.

Vinicius Aquino, CEO da L2VM, conta que a fazenda já havia demonstrado interesse na tecnologia para ter mais confiança no controle do número de cabeças de gado da fazenda, melhorando ainda mais os processos. Parceria fechada, o próximo passo foi ir até a fazenda para treinar um operador de drone e ensiná-lo como deveriam ser tiradas as fotos.

Foto: Divulgação

A fazenda já possuía um drone, o que facilitou ainda mais o trabalho. Alguns detalhes precisam ser observados durante a captação das imagens, principalmente a altura do drone e a organização do gado. Feito o treinamento e com as fotos já registradas no celular é hora de ir até o escritório e colocar as imagens no computador, onde está instalado o software que fará a contagem dos animais.

Foto: Divulgação

Acima temos uma imagem onde o aplicativo já fez a sua “mágica” e contou um total de 87 novilhas Angus no piquete. Além disso, o software tem a capacidade de gerar um formulário personalizado para os colaboradores da fazenda, onde eles poderão preencher com informações que ajudem no gerenciamento das informações, por exemplo: número do curral, raça, idade, tipo de dieta e nome da fazenda.

Segurança da informação no confinamento

“Nós precisamos de agilidade na contagem do gado aqui no confinamento, dessa forma conseguimos economizar recursos horas/homem. Outro ponto importante é adaptar a ração/nutrição da quantidade certa de animais, pois esse item representa em média 65% do nosso custo, de forma que não tenhamos desperdício e não ter o GMD (ganho médio diário) esperado” nos contou Frederico Campos, Diretor de Gestão da ARG.

A principal vantagem da ferramenta é a segurança – Frederico conta que a confiabilidade e velocidade das informações geradas pelo aplicativo é maior do que quando a contagem é feita manualmente, e que isso está trazendo benefícios ao gerenciamento do confinamento.

O serviço está em pleno funcionamento há mais de um mês, e as contagens já estão sendo feitas com o aplicativo. Há outros processos da empresa L2VM que estão em estudo pelo Grupo ARG, a parceria vem trazendo simplicidade e automatização no dia a dia, com o intuito de melhorar os controles nas fazendas.

Algumas fotos do confinamento

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com