Como escolher o suplemento alimentar para gado

Como escolher o suplemento alimentar para gado

PARTILHAR
Foto: Grupo Mantiqueira

Suplemento alimentar para gado de corte precisa ser escolhido com cautela. A nutrição representa grande parte do custo e influência diretamente no lucro!

Não basta ter toda uma estratégia de nutrição, se a qualidade dos suplementos oferecidos não atender a real necessidade dos bovinos, de acordo com os períodos da seca e das águas. Saber escolher o suplemento alimentar para gado de corte adéqua o ganho de peso e a saúde do animal. E é nesta dica que vamos aprender as orientações para seguir no momento da escolha e compra.

A nutrição dentro uma propriedade que trabalha com a pecuária, é de quase 70% dos custos. Sendo assim, além do impacto financeiro, já foi provado que animais que recebem uma nutrição balanceada estarão menos susceptíveis a doenças e apresentarão melhores índices de produtividade. Vamos conferir algumas dicas que o Boi Saúde trouxe pra gente?

Antes de mais nada, quando for comprar um suplemento, se atente às seguintes informações:

  • Adquira apenas produtos de empresas fornecedoras de confiança;
  • Os produtos precisam ser registrados no Ministério da Agricultura, Pesca e Abastecimento (MAPA);
  • A data de validade precisa estar sempre dentro do prazo antes da compra e estampada do lado de fora da embalagem;
  • Todos os componentes do produto precisam estar descritos na embalagem, assim como os níveis de garantia do produto;
  • Modo de usar deve estar recomendado na embalagem;
  • Contato do SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) deve ser real e em casos de dúvidas sobre o produto, você pode contatá-lo.
  • A embalagem não pode prejudicar o conteúdo. Por isso, caso receba o pacote estufado, mofado ou com o produto molhado por dentro, entre em contato com a empresa.

Quando temos que ficar atentos a esses pequenos detalhes, mas que podem fazer uma grande diferença no final. O mercado de nutrição é muito grande e, nem sempre, o mais barato é melhor ou até mesmo o contrário. Lembre-se de conferir os detalhes. Mas então, qual suplemento alimentar escolher?

Como escolher o suplemento alimentar para gado de corte?

Sal mineral e sal proteinado 

A escolha do sal mineral é uma dúvida frequente dos produtores. Esse elemento auxilia no ganho de peso vivo do animal devido aos componentes que não são encontrados na ração e no pasto. Porém, onde e como obter um sal mineral que corresponda às expectativas nutricionais do gado?

A concentração dos minerais que compõem esse sal é o que fará a diferença na sua produtividade. Se o seu pasto tem deficiência de fósforo, o sal deve ter maior concentração desse elemento. E assim por diante, como cálcio, potássio, magnésio, sódio, entre outros.

O consumo apropriado para garantir uma boa engorda e nutrição, isso faz com que previna doenças graves.

Uma prática muito usual, para escolha entre proteinado ou sal mineral, é uma divisão de acordo com a disponibilidade e qualidade da forragem. Sendo assim, muitos pecuaristas investem no sal mineral para o período das águas e utilizam o proteinado na seca, já que durante esse período a qualidade e disponibilidade de forragem é mais limitada. Entretanto, quando se busca maior produtividade, dando maior aporte para que o animal expresse seu potencial e ganhe mais peso, é recomendado o uso do proteinado durante todo o ano, variando o consumo.

Uma opção para a seca é a utilização do sal com ureia, para manutenção do peso, porém fique atento a quantidade de forragem disponível.

Suplemento alimentar para gado de corte precisa ser escolhido com cautela. – Foto: Pixabay

Virginiamicina 

Um dos principais compostos para a nutrição do gado, chegou ao Brasil em 2006. A virginiamicina a pasto, promove a engorda e evita a perda de peso.

O composto é uma tecnologia que permite ao animal uma melhor performance dentro das condições oferecidas pelo produtor e com entrega de um bom resultado. Ainda, melhora a imunidade.

O uso no Brasil está regulamentado de acordo com a  instrução normativa nº 26, conforme estabelece o Ministério da Agricultura pecuária e Abastecimento (MAPA). Classificada  como antibiótico não ionóforo, foi descoberto na Bélgica na década de 50.

Para saber se está adquirindo o produto adequado, confira sempre a empresa fornecedora, tire as dúvidas com os vendedores, indicações sobre como oferecer e como armazenar o produto a ponto de não perder a eficácia. Pesquisa referências e conversa com outros produtores sobre a recomendação.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com