Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Cotação do boi gordo tem queda em São Paulo

No último dia de funcionamento da B3, em janeiro, houve a liquidação do contrato futuro do boi gordo, cujo código é BGIF23.

A oferta de gado está boa e, em contrapartida, o escoamento não, sendo assim a cotação do boi caiu R$5,00/@, e a cotação da arroba está em R$235,00, preço bruto e a prazo.

Para as outras categorias, as cotações estão estáveis, a vaca em R$212,00/@ e a novilha em R$230,00/@, preços brutos e a prazo.

A arroba do “boi China” está em R$245,00, preço bruto e a prazo. Ágio de R$10,00/@.

Região Oeste do Maranhão

O mercado está estável para todas as categorias. O boi está sendo negociado em R$210,00/@, a vaca em R$195,00/@ e a novilha em R$200,00/@, preços brutos e a prazo.

Não há referência para o “boi China” na região.

Vencimento do contrato futuro do boi gordo em janeiro/24 na B3

No último dia de funcionamento da B3, em janeiro, houve a liquidação do contrato futuro do boi gordo, cujo código é BGIF23. A cotação da arroba nesse vencimento, segundo o indicador calculado pelo Cepea, ficou em R$247,11.

O indicador do boi gordo da Scot Consultoria, ficou em R$235,94/@. A média da cotação da arroba do boi gordo nos últimos cinco dias úteis de janeiro, segundo a Scot Consultoria, foi de R$234,50, à vista e livre de impostos.

Para o “boi China”, a média de preço no período foi de R$245,00/@.

Fonte: Scot Consultoria

VEJA TAMBÉM:

ℹ️ Conteúdo publicado por Myllena Seifarth sob a supervisão do editor-chefe Thiago Pereira

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM