Crime na pecuária: Polícia encontra cemitério de bois no RS

PARTILHAR
Fotos: Brigada Militar/SBR Tiradentes
IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA. Fonte: Brigada Militar/SBR Tiradentes

A polícia do Rio Grande do Sul encontrou nesta quarta-feira, dia 28, um cemitério de ossadas de bois furtados.

O caso ocorreu dentro de uma ação da força tarefa contra crimes de abigeato no estado e prendeu 8 pessoas e expediu 25 mandados de busca e apreensão.

O delegado André Mendes explica que a investigação começou no ano passado inicialmente para apurar crimes de roubo de animais. “Desde julho de 2017 nós estamos vigiando essa quadrilha para reunir elementos e comprovar que esse grupo criminoso vinha trazendo bastante prejuízo aos produtores e comunidade”, disse.

Segundo ele, o lugar onde as ossadas foram encontradas era utilizado para carnear o produto e realizar o abate. “Eles não só assaltavam as propriedade, mas também combinavam na calada da noite para atacar as fazendas e carnear esse material. Para nossa surpresa, nós encontramos um verdadeiro cemitério, que era também o local de abate e desossa. Essa carne depois era levada para a cidade e vendida. Acreditamos que grande parte dos assaltos na região foram realizados por essa quadrilha”, afirmou.

Leia mais em:

As investigações apontaram também que o grupo estava ligado à outros tipos de crimes. “Essa é uma quadrilha perigosa, sendo que no final dos inquéritos, nós tivemos mais de 20 indiciados tanto pelo crime de abigeato, como por tráfico de drogas, porte, posse e comércio de armas”.

Com informações do Canal Rural.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com