Desmatamento do bioma amazônico em MT caiu 86%, diz Acrismat

Desmatamento do bioma amazônico em MT caiu 86%, diz Acrismat

PARTILHAR

Levantamento feito entre os anos de 2004 e 2019 mostra que as áreas desmatada passaram de 11.814 km² para 1.702 km². Confira!

O desmatamento no Bioma Amazônia em Mato Grosso foi reduzido em 86%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Pesquisas Espaciais (Inpe). Em 2004 foram desmatados 11.814 km² e, em 2019, apenas 1.702 km². O governo estadual do Mato Grosso também afirmou que a média de redução do desmatamento no Bioma Amazônia foi de 64% entre 2004 e 2019, uma redução de 34,4% superior à média nacional.

Outros dados divulgados pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) apontam que, por meio de estudos realizados durante décadas, a pecuária brasileira alia produtividade à preservação do meio ambiente.

De acordo com a Embrapa, 25,6% do território nacional dedicado a preservação da vegetação nativa está localizada em imóveis rurais, porcentagem que demonstra a importância do produtor rural na preservação do meio ambiente.

“Esta é uma informação que deve ser levada ao conhecimento de todo cidadão brasileiro, é preciso que a sociedade tenha a real compreensão da atividade agropecuária. Nós não somos os vilões do meio ambiente”, diz o presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat).

Em função de investimentos e uso de tecnologias disponíveis elevando a produtividade, a pecuária mato-grossense conseguiu reduzir aproximadamente 1 milhão de hectares na sua área de pastagem. Em 2009, o estado possuía um rebanho de 27,3 milhões de cabeças de bovinos em 25,3 milhões de hectares, já em 2019, são 20,1 milhões de animais em 24,4 milhões de hectares.

Brasil é o país da carne sustentável, confira

A série “A carne sustentável do Brasil”, da Abiec, chegou ao fim com o card 7, que mostra a redução de 15,5% na área de pastagens no país entre 1990 e 2019. Nesse mesmo período, a produtividade da pecuária cresceu 169%, indicando que o setor aumentou a eficiência ao mesmo tempo em que reduziu a área utilizada.

Além disso, a carne do Brasil é sustentável porque a pecuária ocupa apenas 19% do território brasileiro.

Compre Rural com informações do Canal Rural e Abiec

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com