Disputa de terra acaba com quatro mortos, veja o vídeo

PARTILHAR

Comerciante e agricultor brigaram e morreram por ambos dizerem ser proprietários da área; disputa é analisada pela Justiça. Vítimas foram enterradas nesta quinta, 17; IMAGENS FORTES!

Um tiroteio no interior do Paraná deixou quatro pessoas mortas na última terça-feira (15). A investigação da Polícia Civil aponta que a motivação do crime foi a disputa de terras entre um agricultor e um comerciante. Os disparos foram registrados por vídeos.

Um vídeo mostra a discussão antes do tiroteio que acabou com quatro pessoas mortas em Bom Jesus do Sul, na região sudoeste do Paraná. Segundo a Polícia Civil, a troca de tiros foi por conta de uma disputa de terras no local. Assista AOS VÍDEOS, CONTÉM IMAGENS FORTES!

Segundo a polícia, a área envolvida na discussão está em processo de inventário, e tanto o comerciante Cláudio Silvestre como o agricultor Francisco Bini alegaram ter comprado a faixa de terra, inclusive, ambos tinham documento de posse do local.

Morreram no confronto Cláudio Silvestre e a esposa, Janaína Silvestre, ambos com 40 anos. Além de Rafael Bini, de 36 anos, filho do agricultor Francisco Bini, e Arcelino Soares de Souza, de 64 anos, amigo do agricultor.

O crime aconteceu na terça-feira (15) depois de uma briga entre um comerciante e um agricultor da cidade que disputavam a área, que está em processo de inventário. Os dois morreram.

Nas imagens, é possível ver o momento em que o comerciante Cláudio Silvestre chega de carro até o local e começa a brigar com um homem que está parado na estrada. O homem era funcionário do agricultor que disputa terras com Cláudio.

Dentro do carro do comerciante também está a esposa dele, que grava a cena. Cláudio Silvestre se aproxima e começa a questionar o homem. “Pode sair tudo aqui, vocês estão proibidos pelo juiz”, ordena para o funcionário e o agricultor.

A discussão continua e o comerciante sai do carro. Depois de algum tempo e troca de acusações, o comerciante questiona se eles estão armados.

No momento em que o agricultor se afasta do carro e se aproxima da estrada, o comerciante começa a atirar. Ao todo, a Polícia Civil contabilizou 32 disparos. Em outro vídeo, que foi gravado pelo amigo do comerciante e pode ser visto acima, o começo do tiroteio é registrado de um ângulo mais distante.

As imagens divulgadas na quarta-feira (16) mostram o momento em que Cláudio ergue a arma e faz os primeiros disparos. Veja no vídeo acima. As quatro vítimas do tiroteio foram veladas e enterradas nesta quinta-feira (17). Até a publicação desta reportagem, os advogados das duas famílias não haviam se manifestado.

Com o tiroteio, um casal morreu na hora e outra vítima acabou não resistindo ao trajeto até o Posto de Saúde. Uma quarta pessoa, que estava internada em um hospital de Francisco Beltrão, na mesma região do Estado, morreu na madrugada desta quarta-feira.

Já o amigo do casal foi baleado na perna e prestou depoimento na cidade de Barracão.

Disputa por terras

De acordo com a polícia, a área envolvida na discussão está em processo de inventário, e um comerciante e um agricultor da cidade alegam ter comprado a faixa.

As investigações apuraram que o agricultor plantou soja no terreno e cuidava da lavoura. O comerciante ficou sabendo da plantação e resolveu ir até o local para tirar satisfações.

“Ambos se diziam proprietários dessa terra. Era uma causa que já estava sendo analisada pela Justiça”, disse o delegado.

Duas pessoas de cada lado da disputa foram mortas no tiroteio. O comerciante e a mulher dele morreram ainda no local. O agricultor e um homem que trabalhava com ele foram socorridos, mas não resistiram.

O homem que gravou o vídeo foi preso. A Polícia Civil ainda procura por outras duas pessoas que estavam no local do confronto. O caso é investigado.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com