Doença: Cavalo terá de ser sacrificado, veja!

Doença: Cavalo terá de ser sacrificado, veja!

PARTILHAR
Adapec registrada caso de mormo em Santa Fé do Araguaia — Foto: Lenito Abreu/Divulgação

Segundo a Agência de Defesa Agropecuária, a fazenda ficará interditada temporariamente para exames nos outros animais que possam ter tido contato.

Um cavalo testou positivo para mormo em Santa Fé do Araguaia, no norte do Tocantins, informa a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec). A propriedade rural será interditada e o animal deve ser eutanasiado na próxima semana. De acordo com a entidade, esse é o sexto caso da doença no estado este ano.

O gerente de sanidade animal da Adapec, Sérgio Liocádio, conta que a identificação veio após um veterinário autônomo fazer exame no cavalo para fins de trânsito. Cavalo é diagnosticado com mormo no Tocantins e será sacrificado!

“Como o resultado deu positivo, o laboratório informa ao Ministério da Agricultura, que repassa para nós providenciarmos o exame complementar confirmatório western blotting, realizado no laboratório oficial. Se o resultado for positivo, iniciamos as medidas sanitárias de contenção”, diz.

Fazenda foi interditada e só será liberada após todos os animais suscetíveis à doença passarem por exame. Mormo é uma doença infectocontagiosa, que pode ser transmitida ao homem.

A propriedade foco só será liberada após a realização de dois exames consecutivos com resultados negativos para todos os equídeos existentes no imóvel rural. Além disso, são coletadas amostras dos animais suscetíveis à doença nas proximidades, dentre outras medidas sanitárias.

A Adapec ressalta que dispõe de novo método de eutanásia que utiliza o fármaco T-61, que “induz à morte de forma rápida, sem dor e com mínimo de estresse”.

Por se tratar de uma zoonose, que pode ser transmitida do animal para o homem, a agência comunicou à Secretaria Estadual da Saúde para tomar as providências em relação à pessoas que possam ter tido contato com o animal, conforme prevê a legislação.

A doença

O mormo é uma doença infectocontagiosa causada por bactéria que acomete principalmente os equídeos (asininos, equinos e muares). Nos equídeos, os principais sintomas são nódulos nas narinas, corrimento purulento, pneumonia, febre e emagrecimento. Existe ainda a forma latente (assintomática), na qual os animais não apresentam sintomas, mas possuem a enfermidade.

Em caso de suspeita, o produtor deve notificar imediatamente a Adapec em uma das unidades ou pelo Disque Defesa 0800 63 11 22, bem como denunciar trânsito clandestino de animais.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com