Drone reduz até 96% uso de água na pulverização de pastos

Drone reduz até 96% uso de água na pulverização de pastos

PARTILHAR
Agentes vivos são liberados via drone nas lavouras
Foto: Divulgação

Um sistema de pulverização por drones em pastagens capaz de reduzir em até 96% o uso de água e elevar a eficiência da aplicação de defensivos.

Uma parceria entre a Corteva Agriscience e a agtech Arpac lançou, neste mês de novembro, um sistema de pulverização por drones em pastagens capaz de reduzir em até 96% o uso de água e elevar a eficiência da aplicação de defensivos.

Segundo a parceria, o Landvisor AplicAr-S, como é chamado, é superior na qualidade, uniformidade e precisão na cobertura das áreas, além de permitir maior e melhor alcance das gotas. A Arpac é uma das pioneiras na pulverização por drones no país.

As empresas realizaram mais de 90 testes para atender exigências técnicas, incluindo fatores ambientais e sociais. O sistema registrou maior eficiência no controle das plantas daninhas, segurança contra a deriva e melhor custo benefício para o pecuarista brasileiro.

A iniciativa faz parte da Plataforma-S, programa que a Corteva deu início este ano, como parte do compromisso público que assumiu com suas Metas Globais de Sustentabilidade 2030. A empresa também possui uma plataforma de agro 4.0, a Granular Insights, e apoia outras iniciativas de inovação aberta no setor.

Resultados

O novo método de aplicação deve permitir a economia de mais de 1,2 milhões de litros de água em um período de cinco meses, entre novembro e março, em apenas cinco módulos com média de mil hectares cada.

“Testamos inúmeros parâmetros, com situações climáticas adversas para chegar ao melhor resultado técnico e sustentável. Quando comparamos com o sistema de aplicação tratorizada ou costal, tivemos até 96% de redução dos recursos hídricos”, destaca Guilherme Foresti Caldeira, Gerente de Marketing de Campo da Corteva Agriscience no Brasil e líder do projeto.

Segundo ele, na prática, com a aplicação por drones utilizamos 10 litros de água por hectare, enquanto no tratorizado são gastos em média 250 litros por hectare. Além disso, o Landvisor AplicAr-S oferece aplicações precisas e mais segurança ao aplicador, principalmente, quando comparado ao método costal.

O agrônomo de Campo, Pastagem, Floresta e IVM da Corteva Agriscience, Hérvio de Mattos Carbonaro, participou dos testes e explicou que foram definidos os padrões ideais para as operações.

“Além do tamanho das gotas e a velocidade dos ventos, procuramos entender todas as variáveis envolvidas na operação para que obtivéssemos sucesso e segurança nas aplicações, seguindo as boas práticas agrícolas. Buscamos encontrar alturas ideais de voo e uma boa cobertura do alvo para alcançar bons resultados de eficiência de controle nas aplicações”, diz.

Digital

Outro ponto é a gestão inteligente dos recursos, pois o software do equipamento possibilita o monitoramento e armazenamento de todas as métricas das operações durante as safras.

Com este recurso digital é possível analisar a evolução no controle das plantas daninhas ano após ano, realizar adequações técnicas e comprovar a positividade do custo benefício. isto é, qual a relação do custo da aplicação com drones e o seu impacto no aumento da produtividade das arrobas por hectare.

“O programa AplicAr-S é um novo modelo de negócio que vai permitir com que os distribuidores ofereçam soluções integradas e completas ao pecuarista com inovação, diferenciação tecnológica e, principalmente, conectado ao conceito de sustentabilidade da Plataforma-S”, finaliza Caldeira. (com informações da assessoria de imprensa).

Fonte: AG Evolution

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com